Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Nossa Senhora Rainha da Obediência

 

Em 1987, no bairro São Domingos, situado no alto da Serra das Tranqueiras, na cidade de Congonhal, Minas Gerais, o jovem Alfredo Moreira Filho, 22 anos, teve uma experiência singular.

Alfredo, coordenador das orações do grupo de Renovação Carismática Católica que se reunia na capela São Domingos às segundas-feiras, após o término do encontro, já no caminho para sua casa, ouviu uma voz suave que lhe disse: “Eu preciso de você”. Passaram-se mais alguns dias e a mesma voz insistiu novamente:

“Eu preciso de você”. Após uns vinte dias, quando ele novamente voltava do encontro com o grupo de oração, pela terceira vez ouviu a mesma voz, que lhe falou: “Eu preciso de você”. Então, respondeu: “Se precisa tanto de mim, eu topo.” E a voz falou-lhe ainda: “Então não se assuste com o que vai acontecer”.

Em 22 de junho de 1987, passados três meses do ocorrido, após o término das atividades do grupo de oração, quando o povo já tinha saído da capela, um fenômeno começou a acontecer: uma só lâmpada começou a apagar e a acender, e imediatamente tornou-se maior. Então a lâmpada desapareceu e apareceu uma senhora sorrindo com o terço na mão. Apesar de estarem presentes os outros seis componentes do grupo, apenas Alfredo viu a Virgem; os outros apenas continuaram vendo a lâmpada a apagar e acender. Iniciou-se, então, uma sequência de aparições, ocasião em que Nossa Senhora, que se identificou como Nossa Senhora Rainha da Obediência, transmitia breves mensagens ao vidente para serem divulgadas ao mundo. A última aparição se deu em 29 de fevereiro de 1988, quando uma multidão de cerca de 50 mil pessoas se aglomerou no pequeno bairro rural de São Domingos para receber alguma graça da Santíssima Virgem. Um Santuário foi erigido, a duzentos metros da capela das aparições, em louvor a Nossa Senhora Rainha da Obediência.

Pelas palavras de Jesus, dirigidas ao Padre Vincenzo Savoldi, sacerdote carlista, num pedido para haver divulgação das mensagens ditadas por Nossa Senhora, temos o esclarecimento para a escolha do título que a Virgem adotou:

“ ... O terno nome de Rainha da Obediência deve soar nos corações dos homens como um chamado a viver fielmente os pedidos de Meu Pai com Obediência, tomando como exemplo a Rainha por mim escolhida.

Eu amo tanto Minha Mãe e amo sua Obediência ao Meu Pai. Desejo que todos amem verdadeiramente e que tomem como exemplo a sua Vida e sua Aparição ao meu filhinho, o querido Alfredo.”

 

 

 

APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA RAINHA DA OBEDIENCIA – CONGONHAL-MG

Apresentação

Amigo leitor,

Lendo essas mensagens de Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA, você não terá dúvida alguma acerca da autenticidade dos fatos. 
Tudo no seu conjunto é coerente. A simplicidade das mensagens e sua atualidade são a continuação do que Nossa Senhora falou em outras aparições. 
O saudoso Arcebispo de Pouso Alegre, Dom João Bergese, coroou Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA no encerramento do mês de Maio de 1994. 
O Bispo Dom João Bosco Oliver Faria deu a Bênção Inaugural do grandioso Santuário no dia 1º de fevereiro de 1991.

Você deve prestar muita atenção nas coisas que vem de Deus, e nas coisas que vem dos homens. A dificuldade consistente na interpretação e na explicação dos fatos. Nesse ponto de vista, ALFREDO MOREIRA FILHO é digno da maior credibilidade pela sua humildade e simplicidade. Foram muito manipuladas as entrevistas que foram feitas com ele através de reportagens de televisão, revistas e jornais. Alfredo, como também os jovens da Medjugorje, e os verdadeiros confidentes devem ser ajudados com força para entender que A FÉ VALE MAIS QUE AS APARIÇÕES. Nossa Senhora mostra como todos nós temos que ser mais “OBEDIENTES E FORTES NA FÉ” para superar inúmeras dificuldades, para que o povo de Deus cresça mais fortalecido e unido ao seus legítimos PASTORES, seguindo a Ela, a RAINHA DA OBEDIÊNCIA. 

Pe. Vincenzo Savoldi, CS

Fotos por edupallaro

Mensagem de NOSSA SENHORA no Santuário da RAINHA DA OBEDIÊNCIA no dia de Corpus Christi

"Filhinhos Meus, este é o Meu Santuário. Sou a RAINHA DA OBEDIÊNCIA e venho lhes pedir: Vivam a ""CONVERSÃO""." 
Meus filhos, quero levá-los a compreender o verdadeiro amor do Meu Jesus, para que possam viver a fé. Aqui neste Santuário, peço que por minhas mãos vocês entreguem os seus corações. Eu os amo imensamente e nunca os deixarei abandonados. 
Meus filhos, tudo o que aconteceu aqui é verdadeiro e Eu desejo fazer deste Santuário e de cada um de vocês, receptáculos vivos de fé e santidade. Vivam a Obediência para com a Santa Igreja, vivam a Obediência para com o Santo Papa. Amem o Meu Jesus Eucarístico. Estejam sempre aqui rezando, adorando Jesus na Eucaristia, vivendo a fé e a sinceridade. Não quero ver este Santuário vazio, mas bem repleto de corações que vivam o amor. 
Filhos amados, Eu lhes agradeço por corresponderem até agora aos meus apelos e peço-lhes: Não Me abandonem, porque nunca os abandonarei. 
Alfredo, filho meu, tu já não Me vês, mas Eu te vejo lá do Céu. Eu te amo, meu filho! Perseveres na oração Comigo. Eu estou ao teu lado. 
Sejas sempre este filho amado e sincero para Comigo e com Jesus. Eu te amo! Zele para que os meus filhos aqui vivam o que Eu te disse. Eu te amo e nunca te abandonarei. Sou tua Mãe, a RAINHA DA OBEDIÊNCIA. Tenha a minha bênção e a minha paz. 
A todos os filhos meus, aqui deixo minha bênção e lhes dou a esperança de reerguerem aqui neste santuário o verdadeiro sentido da fé. Estou aqui com o meu Jesus. 
Eu os abençôo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 
Amém. Amém. Amém. 
Sou a Rainha da Obediência! 
Sou a Mãe do Rosário da Paz! 
Sou a Mãe da Eucaristia! 

Mensagem de JESUS no Santuário da RAINHA DA OBEDIÊNCIA no dia de Corpus Christi

Meus filhos amados, Eu Sou o Senhor Jesus Cristo. Sou o Salvador de cada um de vocês. Hoje, aqui, venho com o Meu Coração Eucarístico, abençoar cada um. Neste dia desejo que possam compreender a grandeza do Meu Amor. Na Eucaristia Eu Me doei para que tivessem salvação. A Eucaristia é o Sacramento de Amor e salvação que deixo para minha Igreja. 
Meus filhos, Eu desejo que neste dia de Corpus Christi lembrem se de Meu Corpo transfigurado pela glória da Ressurreição. 
Filhos, no sacrário uma pedra fria está a Me sustentar. Aqueçam a pedra do sacrário! Que o coração de vocês não seja um coração de pedra, mas de carne, para que possam ser Meu Sacrário vivo. 
Filhos, Eu desejo que neste dia vocês possam adorar o Meu Corpo Eucarístico. Eu desejo que amem, adorem e reparem a Eucaristia, que Sou Eu, o próprio Jesus. Meus amados, ovelhas minhas, assim irão reconhecer a minha misericórdia que habita em vocês. 
Neste Santuário faço-Me presente nas espécies do Pão e do Vinho. Sou Eu que com o Meu Coração Eucarístico venho para lhes dar vida e alegria no Meu Amor. Eu peço a vocês: não abandonem este lugar. Não abandonem a minha Mãe aqui. Tenham fé, tenham esperança! Eu desejo que se lembrem aqui de Minha Mãe e Mãe de vocês, Maria Santíssima. Aqui Ela lhes mostra a verdadeira profundidade de minha vontade que é a Obediência. 
Minha Mãe, como Mãe da Obediência, deseja estar aqui sempre 
Comigo a abençoá-los. 
A todos que vierem aqui, rezarem com fé e Me amarem por meio 
do Imaculado Coração de Minha Mãe, Eu prometo a salvação. 
Sou Eu quem falo, o Pai e Salvador, e minhas palavras nunca passarão. Na Eucaristia Eu revigoro hoje o coração de vocês na fé para que vivam aqui os apelos de minha Mãe que já foram anunciados há dez anos. 
Eu os abençôo hoje com o Meu Coração Eucarístico, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 

Amém. 

Mensagem de JESUS para Padre Vincenzo Savoldi 

“Transmito agora, esta pequena mensagem ao meu filho sacerdote carlista:

Filho, Eu te amo e conheço perfeitamente a tua vida. Sei que tem sido uma vida de entrega total, mas agora peço que entregues mais ainda, esta vida preciosa, para Mim e Minha Mãe. 
Anuncia as aparições de Minha Mãe em Congonhal. 
O meu povo precisa saber e ter conhecimento desta Aparição enterrada no esquecimento. 
O terno nome de RAINHA DA OBEDIÊNCIA deve soar nos corações dos homens como um chamado a viver fielmente os pedidos de Meu Pai com Obediência, tomando como exemplo a Rainha por Mim escolhida. 
Eu amo tanto Minha Mãe e amo sua Obediência ao Meu Pai. Desejo que todos amem verdadeiramente e que tomem como exemplo a sua Vida e sua Aparição ao meu filhinho o querido Alfredo. 
Reavive Congonhal! Tire-a do anonimato e farei brilhar lá, mais uma vez, a Minha Luz nos corações dos homens. 
Filho, Eu te amo e te abençôo. 
Fica em paz!” 

NARRAÇÃO



Eu, Alfredo Moreira Filho, nasci no dia 20 de fevereiro de 1965. Nossa Senhora estava me preparando para a sua visita e eu não sabia. 
A uns anos atrás foi iniciado um grupo de oração na capela São Domingos, perto de Congonhal (MG). Todas as segundas-feiras eu ia à capela que distava 4 km da minha casa. Apesar do medo por não ter companheiros, eu sempre participava. 
Um belo dia o líder João Batista Gonçalves me convidou para fazer uma experiência da Renovação Carismática Católica. Eu fui e comecei a fazer parte da equipe. 
"Com dificuldade eu coordenava as orações do grupo. Quando o grupo terminava o encontro e o povo ia embora, a equipe se reunia para rezar o terço pedindo a Deus que se fizesse a Sua santa vontade e não a nossa. Eu fechava a porta da capela para não incomodar ninguém e ficávamos em volta do altar. Acendia uma vela e rezávamos o terço. Fazia mais de um ano que tinha convidado o meu irmão e um amigo para ir comigo no grupo. Quando estava voltando, entrou uma pedra no meu sapato. Parei para tirá-la e não consegui alcançar os outros. Foi quando ouvi uma voz suave que me dizia: "EU PRECISO DE VOCÊ". Eu pensava em correr, mas a voz era tão perto que pensei que não adiantava mais correr. Passaram-se alguns dias e a mesma voz insistiu de novo: "EU PRECISO DE VOCÊ". Após uns vinte dias, eu voltava do grupo de oração quando pela terceira vez a mesma voz falava: "EU PRECISO DE VOCÊ"". Então respondi: "SE PRECISA TANTO DE MIM, EU TOPO. 
"ENTÃO NÃO SE ASSUSTE COM O QUE VAI ACONTECER".
Depois de três meses, no dia 22 de junho de 1987, uma segunda feira, faltando 25 minutos para as 21 horas, depois que o grupo de oração e o povo foi embora, nós cantávamos alguns cânticos como era de costume. Eu estava sentado num banco da frente quando começaram a se apagar as duas lâmpadas de trás da capela. É normal que a lâmpada às vezes se apague. Eu não dei importância. Foi quando uma só lâmpada se apagava e acendia. Eu fiquei olhando e vi que a lâmpada começou a crescer. Tive medo que a lâmpada explodisse. Então a lâmpada desapareceu e apareceu uma senhora sorrindo com o terço na mão. 
Pensei que os outros também tivessem visto. Eu falei para um que estava do meu lado: "NUNCA VI COISA TÃO BONITA! E VOCÊ?" Ele disse que a luz ficava apagando e acendendo. Eu também confirmei porque desconfiava que eu enxergasse demais. E a voz pediu-me que contasse para eles. Eu pensava: "Eu não conto". 
"Pela segunda vez a voz dizia: "CONTA PARA ELES!" E eu pensava que não devia contar. A voz insistia novamente: "CONTA PARA ELES!". Sem perceber, eu contei e pedi que não contassem nada para ninguém. Estavam presentes:

  • João Batista Gonçalves,
  • Joaquim Elias Filho,
  • Joaquim Malaquias de Souza,
  • Sebastião Xavier Muniz,
  • João Natal das Chagas,
  • Sebastião Moreira

    Confidente: Alfredo Moreira Filho Bairro São Domingos - Congonhal – MG

MENSAGENS de Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA 1987

22 de junho, em São Domingos, Paróquia de Congonhal, 24 km de Pouso Alegre

Nossa Senhora comunica-se com um jovem, Alfredo Moreira, e pessoas que estavam presentes (6), sentiram o sinal das lâmpadas e, cada qual fez uma oração, como ficou escrito.

MENSAGENS 

DIA 29 DE JUNHO DE 1987 - Segunda-feira 

Eu rezava o terço de olhos fechados. Não queria olhar porque achava que eu estava enxergando demais. Nossa Senhora não desanimou. Uma mão pousou sobre minha cabeça e me disse:

- "Meu filho, você me chama de MÃE?"

Eu abri os olhos e vi novamente Nossa Senhora. 
Olhei para Ela e disse que sim, eu a chamava de Mãe. 
Então Ela me respondeu:

"Porque você me trata assim? Um filho não pode ter medo de sua Mãe!"
E, com um sorriso, Ela foi embora.

DIA 06 DE JULHO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora entrou pela porta da sacristia com um crucifixo nas mãos e um anjinho. Eu pensei: "Para que será isto?" Ela respondeu:
"Este crucifixo é sinal de salvação. Este Anjo é aquele que te guarda. Reze e peça a ele que te guarde todos os dias para não cair em tentação".

DIA 13 DE JULHO DE 1987 - Segunda-feira

- "Meus filhos, rezem e agradeçam a São Domingos, porque por meio dele vocês receberam, recebem e continuarão recebendo muitas graças."

DIA 20 DE JULHO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora apareceu com uma coroa de estrelas nas mãos. Um estrela brilhava mais do que as outras. Eu perguntei: "O que significam as estrelas?"

Ela respondeu:

- "Cada estrela é um País. O brilho é a oração."

E indicando uma estrela, disse:

- "Esta é a estrela de vocês que começa a brilhar quando rezam."

DIA 27 DE JULHO DE 1987 - Segunda-feira 


Nossa Senhora me mostrou muitas flores belíssimas e disse que cada pessoa, quando entra no Céu, é como uma flor. Disse que estava derramando muitas rosas no mundo, mas o diabo estava pisando sobre essas rosas. Muitas rosas eram bem aproveitadas e Ela as recebia de volta. 

DIA 03 DE AGOSTO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora veio com um cesto lindo nas mãos, enfeitado de flores, cheio de crianças de todas as cores: brancas, pretas, amarelas... 
Eu perguntei o que significava. Ela, com um sorriso, me disse:

- "Todos os que forem pregar em meu nome e em nome do meu Filho Jesus, Eu os levarei dentro deste cesto. São os meus filhos prediletos."

O mais interessante é que todas as crianças tinham asas como os anjinhos. No dia 05 de agosto haveria um retiro de oração em São Domingos. Nossa Senhora me pediu para reunir as pessoas que iriam pregar no retiro. Ela queria preparar essas pessoas no dia da reunião: 04 de agosto. Ela mandou que eu colocasse o meu terço aos pés de sua imagem e 
disse-me:

- "O terço que está em tuas mãos é milagroso."

Ela pediu que eu falasse àquelas pessoas para permanecerem naquele lugar e levar todos os seus problemas a Ela e deixá-los com Ela, principalmente aqueles que tinham dificuldade de conversão.

- "O Rosário que você reza com a comunidade é milagroso. Avisa para colocarem seus problemas sobre o altar para terem a resposta. Eu sempre atendo todos os pedidos, especialmente os pedidos de CONVERSÃO."

DIA 05 DE AGOSTO DE 1987 - Quarta-feira

No dia do retiro de oração em São Domingos eu pensava que tudo estava certo quando Nossa Senhora veio e falou-me:

- "Meu filho, você está aí?"

Eu respondi: SIM! Ela continuou:

- "Por que você não está recebendo os meus convidados?"

Eu disse que não sabia de nada. Então vi que se apagou uma vela sobre o altar e eu não dei importância. Nossa Senhora disse-me:

-"Filho, esta vela acesa é a chama da Graça Divina."

"É o diabo que a está apagando."

Fizemos o dia do retiro e foi encerrado com a celebração da Santa Missa pelo Padre Afonsinho Rosa.

DIA 10 DE AGOSTO DE 1987 - Segunda-feira 

"Nossa Senhora apareceu com uma coroa na mão. Estava muito alegre com as pessoas que prepararam o retiro e agradeceu a todas. Naquele dia Nossa Senhora colocou em minha cabeça aquela coroa e me disse: """ 
"-""Toma esta coroa para que você possa se parecer mais Comigo."" E mandou que eu falasse para as pessoas presentes:" 
"- ""Tem muitas casas onde Eu quero entrar, mas tenho dificuldade. Rezem mais. Todas as donas de casa cantem louvores a Deus. Quando não sabem cantar, fiquem louvando a Deus durante o dia enquanto trabalham, e aquelas que não sabem cantar devem ficar murmurando louvores, suavemente.""" 

DIA 12 DE AGOSTO DE 1987 - Quarta-feira

A comunidade de São Domingos todas as quartas-feiras se reunia na capela para o estudo bíblico. Nossa Senhora apareceu nesse dia e disse:

- "Meu filho, hoje tenho algo para te dizer. Não tenhas medo. Chegou a hora para eu ajudar os meus filhos."

Eu respondi que SIM e perguntei a Ela se podia contar tudo para o Padre Afonsinho. Nossa Senhora disse para contar tudo com muita alegria.

DIA 17 DE AGOSTO DE 1987 - Segunda-feira

"Nossa Senhora me disse para avisar ao povo para rezar mais porque o pecado está poluindo o ar: "Rezem muito porque o pecado polui o ar. Vocês precisam rezar para beneficiar o ar com a paz, com o amor e com o gosto da OBEDIÊNCIA à Nossa Senhora. Eu conto com vocês na ajuda pela salvação do mundo. Rezem, rezem, rezem".

DIA 19 DE AGOSTO DE 1987 - Segunda-feira

Os meus companheiros me mandaram perguntar à Nossa Senhora:

"O que irá acontecer a nós?"

Ela respondeu:

-"Para vocês o plano é muito lindo, mas por causa da maldade tão grande do pecado, vocês podem ser prejudicados. Não tenham medo. Sejam obedientes. Atendam aos meus pedidos. Eu revelarei tudo a vocês. Vocês têm que usar todo o cuidado em receber as pessoas. Recebem-nas com muito carinho, tratem-nas com muito amor. Eu sou Mãe e preciso que vocês sejam a ponte para passar as pessoas para o Reino de Deus".

- Sim, Mãezinha querida.

-"Rezem no início do Cenáculo;"

  • 5 Pai Nosso às 5 chagas de Jesus,
  • 1 Pai Nosso pelo Papa,
  • 1 Pai Nosso pedindo os dons do Espírito Santo e o Creio em Deus Pai.

DIA 24 DE AGOSTO DE 1987 - Segunda-feira

Estávamos passando por uma grande dificuldade. Eu perguntei à Nossa Senhora: - "Qual deveria ser a nossa atitude?" Ela disse:

-"Alguém proibiu a vocês? Se vocês foram proibidos, Eu como Mãe vou dar um jeito".

Eu disse que não fomos proibidos e Ela disse:

- "Não tenham medo. Eu estarei junto com vocês!"

Pediu que fosse rezado no início do Cenáculo:

  • "5 Pai Nosso, 5 Ave Maria, 5 Glória ao Pai oferecendo às cinco Chagas de Jesus;"
  • "1 Pai Nosso, 1 Ave Maria, 1 Glória ao Pai para o Papa;"
  • 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria, 1 Glória ao Pai pedindo os dons do Divino Espírito Santo, para que o povo possa entender mais o que Ela quer ensinar a todos.

    DIA 26 DE AGOSTO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora pediu que nós tivéssemos a Hora Santa na Igreja. 
Pediu que fosse celebrada a Santa Missa em São Domingos de 20 em 20 dias. Se fosse o quanto antes, seria melhor. 
As meninas tinham feito um altar na capela. Nossa Senhora mandou agradecer e ficou muito alegre.

DIA 31 DE AGOSTO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse que nós precisávamos ser como a árvore para Deus. "Quando a árvore vai ficando feia, caem todas as folhas velhas para deixar nascer folhas novas e a árvore fica sempre mais bela. Vocês devem ser obedientes como as árvores; deixem o pecado da maldade e da vingança; deixem que Deus renove suas vidas". 
Mandaram perguntar à Nossa Senhora se tinha uma mensagem para o Bispo Dom José D' Ângelo. Nossa Senhora disse:

- "Sim! Eu o levo na palma de minha mão". E Ela perguntou:

- "Você sabe quem ele é?"

Eu disse: - 'Sim! Ele é nosso Bispo'. E Nossa Senhora respondeu:

-"Ele é o Pastor que guia todos vocês para o caminho do Céu. Ele não acredita facilmente em vocês porque muitas pessoas tentam derrubar o Magistério da Igreja" .

DIA 02 DE SETEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

Mandaram que eu perguntasse à Nossa Senhora se tinha uma mensagem para o grupo de oração da Diocese de Pouso Alegre. Nossa Senhora disse:

- "Sim! A melhor mensagem é acreditar na Mãezinha do Céu!"

Nossa Senhora pediu que todas as equipes rezassem para que Ela nos ensinasse a ser mais obedientes a Jesus. Em seguida Nossa Senhora me mandou falar às pessoas que estavam no local:

- "Esse é o primeiro passo que vocês estão dando no caminho estreito. Esse caminho é doloroso, longo, mas no fim dele está a Casa do Pai, e tem lugar para todos. Quanto ao caminho do mundo, é bom, curto, mas no fim dele existe só tristeza, trevas e desespero".

DIA 07 DE SETEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

Um Padre me mandou perguntar a Nossa Senhora porque ele tinha muitos problemas e o que fazer? Nossa Senhora disse:

"Coloque o terço na mão. Tudo se consegue com o terço na mão".

Eu perguntei qual era o seu nome. Ela respondeu:

-"Eu Sou a RAINHA DA OBEDIÊNCIA. Todos vocês são irmãos dos que estão lá fora, mas muitos deles perderam o reto caminho da Casa do Pai. Por isso peço a vocês que rezem por eles".

DIA 09 DE SETEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora estendeu as mãos sobre cada um de nós ali presente e disse:

-"Vocês devem estar unidos como as contas do Rosário. Se faltar uma conta, o rosário não é completo. Vocês devem ser o terço completo nas mãos de Jesus. Vocês devem pedir sem nunca cansar. Se cada um de vocês rezassem e pedissem por 100 (cem) pessoas, as cem pessoas receberiam a graça".

DIA 14 DE SETEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

-"Vocês, para entenderem o meu Mistério, devem rezar muito, fazer penitência e participar da Santa Missa com a Santa Comunhão. Ter Jesus vivo no coração". 
Uma amiga minha me mandou perguntar a Nossa Senhora porque todas as vezes que ela devia fazer uma palestra contra o espiritismo, tinha medo quando as pessoas lhe faziam perguntas. Nossa Senhora respondeu:

-"Deves rezar muito porque a oração dá muita coragem. Os que anunciam Jesus Cristo devem alimentar-se da oração. Muitas pessoas quando ouvem falar contra o espiritismo, tornam-se nervosas porque seus pais nunca falaram contra o espiritismo".

Nossa Senhora disse-me que daquele momento em diante não estavam mais na escuridão, pois tinham sido avisadas.

DIA 16 DE SETEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

"Nossa Senhora me disse para falar às pessoas que estavam na capela:

"Cada um de vocês é como uma vela. Jesus quer levá-Ios para clarear mais o Céu. Se a vela estiver apagada, Jesus não consegue apanhá-la".

DIA 21 DE SETEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse-me:

-"A metade do ar que vocês respiram está envenenada e leva à morte. O remédio para esse veneno é a ORAÇÃO. Todo aquele que for contaminado por esse veneno está ajudando a envenenar o mundo. Não tenhas medo! Anuncia essas mensagens para a comunidade" .

DIA 23 DE SETEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:

- "A vida é comparada com o dia e a noite. Aquele que tem Jesus em sua vida, e o busca todos os dias, vive como o dia claro e bonito. Aquele que vive desligado de Jesus, é como a noite negra e escura".

Nossa Senhora estava triste, com o rosto cansado, suando uma espécie de sangue. Eu perguntei: - Porque está triste? Ela respondeu:

- "Estou inquieta em ver tantos filhos meus que caminham para a perdição. Eu disse: - O que podemos fazer para ajudá-Ia?"

Nossa Senhora respondeu:

-"Rezem todos os dias o Rosário para que Jesus tenha compaixão deles e para que possam se salvar também".

DIA 28 DE SETEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse:

- "Toda água pode ser límpida ou também suja. Feliz a água que limpa a sua sujeira deslizando pelas pedras até chegar ao destino toda límpida, correndo entre rios de água suja".

Mandaram perguntar porque tinha escolhido a nossa diocese de Pouso Alegre. Nossa Senhora respondeu:

-"A semente da Obediência foi semeada em todas as dioceses, mas não foi regada, enquanto nesta diocese de Pouso Alegre foi regada".

Eu perguntei: - De que maneira foi regada?

-"Conforme vocês podem entender, Eu escolhi uma pessoa (Alfredo) para anunciar e pedir a Obediência. Já faz quase um ano que é anunciada a Obediência".

Queriam saber porque Nossa Senhora tinha escolhido o Alfredo. Nossa Senhora respondeu:

- “Alfredo foi escolhido porque não tem nenhuma sabedoria humana”.

DIA 30 DE SETEMBRO DE 1987 - Quarta-feira 

Nossa Senhora disse:

- "Preparai-vos melhor e' procurai participar da Santa Missa e receber a Hóstia Consagrada".

Eu perguntei: - O que devemos fazer para preparar¬nos? Nossa Senhora respondeu:

-"Confessai-vos, rezai mais antes e depois da Santa Missa. Que o vosso coração esteja preparado para receber Jesus vivo. Ninguém pode converter-se se não permitir ao Senhor Jesus tornar-se o dono do seu coração".

DIA 05 DE OUTUBRO DE 1987 - Segunda-feira

Foi celebrada a primeira Santa Missa a pedido de Nossa Senhora que disse:

-"Jesus está presente nos corações de muitos. Deixem que Ele os leve a serem mergulhados em Deus".

Padre Afonsinho e Padre Adilson celebraram a Santa Missa na capela São Domingos. A RAINHA DA OBEDIÊNCIA sorria e disse-me:

- "Você percebeu que não tem nada impossível. Tudo é fácil!"

Eu pedi que Ela fizesse algo para as pessoas ali presentes. Nossa Senhora estendeu os dois braços sobre todos e eu vi derramando sobre todos uma suave e clara luz, encantadora, sobre as pessoas ali presentes.

DIA 07 DE OUTUBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:

- "Todos vocês podem ser como as estrelas: a menor não quer ter o brilho da maior, mas todos vocês podem brilhar na terra de Deus".

Eu perguntei à Nossa Senhora se estávamos agindo corretamente. Ela respondeu:

-"Sim! Não tenham medo, não se assustem com todas as contrariedades. Vocês irão iluminar grande parte do mundo".

DIA 12 DE OUTUBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse:

-"Todas as árvores para ter cerne precisam ter profundas raízes. Todos vocês, para estarem na graça de Deus, precisam se aprofundar na oração".

Eu perguntei: - Porque o povo tem medo? Ela respondeu:

-"Porque são muitos os que não conhecem o meu amor e o quanto o meu amor é grande por eles, mas quero que todos possam compreender e converter os seus corações".

DIA 14 DE OUTUBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:

-"Meus filhos, o Céu é para todos. Sobre a terra está o Espírito Santo que leva todos à conversão. Peçam e invoquem o Espírito Santo três vezes ao dia."

Eu perguntei a Nossa Senhora se atende todos os pedidos do povo.

- "Todos os pedidos que são em direção ao Céu são atendidos e todos esses pedidos são ouvidos por Deus”.

DIA 19 DE OUTUBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse:

- "Meus filhos, não vim trazer dúvidas, nem tristezas, mas Eu vim para levar os obedientes até Jesus".

Eu perguntei: - O que é o medo? Ela respondeu:

-"O povo tem medo de morrer. Este é um medo errado. É necessário ter medo do diabo que é o grande malandro. Não precisa ter medo de Deus que é Pai. Eu, como Mãe, quero levar todos até Jesus Salvador".

DIA 21 DE OUTUBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:

-"Meus filhos, o meu Coração é como um jardim que aceita todas as flores que vierem até ele".

Eu perguntei: - Como podemos levar as flores para esse jardim? Ela respondeu:

-"Cada um de vocês é uma flor para Mim. Muitas dessas flores estão sendo plantadas neste jardim, mas não sei qual é a flor que vai enraizar para ter a Vida Eterna".

DIA 26 DE OUTUBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse:

-"Todos vocês vieram da Casa do Pai e podem voltar para lá, mas têm que ser como a abelha que voa firme na mata toda e não perde o caminho de volta. Não sejam como a aleluia que o vento leva".

Eu perguntei: - O que faz a abelha?

Nossa Senhora mostrou-me uma abelha que ia desviando dos bichos que podiam matá-la:

-"Assim vocês devem evitar todo mal que mata a alma. Não devem ser como a aleluia que se entrega à primeira ave que encontra".

DIA 28 DE OUTUBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:
- "Rezem. Rezem. Façam penitência porque a maldade do mundo é grande, mas a misericórdia do Pai é maior.

Eu perguntei: - Mãezinha, me explica o que é maldade. Ela respondeu:

-"Meu filho, a terra é santa. Os homens estão destruindo-a como se fosse verme".

DIA 02 DE NOVEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse:

-"Vocês não podem ser como o copo que tem uma só medida, mas sim como o ar que dá vida a todos".

Eu perguntei: - Mãezinha, que medida é esta? Ela respondeu:

-" Para tudo o que se refere à Vida Eterna, as pessoas usam uma só medida, enquanto ao que se refere a tudo que é mal, não usam medidas. Vocês têm que ser mais firmes e seguros. Rezem. Rezem para combater o mal".

DIA 04 DE NOVEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:

-"Meus filhos, são numerosos os povos que se desligaram do amor de Jesus. Rezem, rezem por eles".

Eu perguntei: - E se o povo não voltar? Ela respondeu:

- "Meu filho, o mundo precisa muito desse amor, um amor em comum, a todos. Tudo pode ser triste se não for voltado para Deus".

DIA 09 DE NOVEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

Nossa Senhora disse:

-"Meus filhos, são muitas as cores que o diabo oferece para o mundo, mas uma só é a que Jesus oferece: A VIDA ETERNA".

Eu perguntei: Mãezinha, quais são as cores?

-"Meu filho, cores lindas que os olhos enxergam, o pensamento pensa, o corpo humano comete. Naquele instante a alma está morta. Tome muito cuidado! Ele, o diabo pode também pegar com coisas tristes, dores, medo, etc. Eu protejo vocês, mas vocês têm que ser fortes."

DIA 11 DE NOVEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

Nossa Senhora disse:

-"Meus filhos, vocês podem ser como o João de Barro que cada dia coloca um tijolo em sua casa. No último dia a tempestade não vai derrubá-Ia".

DIA 16 DE NOVEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

-"Meus filhos, vocês podem ajudar na conversão de muitos derramando uma gotinha do amor que Jesus derramou, nos corações de vocês.”

- Mãezinha, nós estamos agindo certo?

- "Meu filho, vocês sim, mas não se preocupem com o amanhã. Grande é o amor do Pai".

DIA 17 DE NOVEMBRO DE 1987 - Terça-feira

-"Meus filhos, vocês podem ser como o sal que tempera a vida de muitos filhos meus".

DIA 23 DE NOVEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

-"Meus filhos, vocês podem ser mansos como os carneiros, todos sendo unidos no amor que Jesus Ihes oferece".

- Mãezinha, de que maneira?

-"Filhos, os carneiros são unidos; não se separam; por isso o lobo não consegue pegar".

DIA 24 DE NOVEMBRO DE 1987 - Terça-feira

- "Meus filhos, vocês podem ser como a terra que a chuva cai e molha: o Amor do Pai é derramado em todos os corações, mas muitos estão cobertos de maus pensamentos e não deixam que o Amor os molhe."

DIA 30 DE NOVEMBRO DE 1987 - Quarta-feira

-"Eu sofro tanto por muitos que estão caminhando para a perdição! Vocês podem me ajudar a trazê-los de volta através da oração e da penitência".

- Mãezinha, como, perdição?

-"Filhos, eles estão se iludindo nas coisas do mundo, deixando ser levados pelo diabo e perdendo a alma".

DIA 01 DE DEZEMBRO DE 1987 - Terça-feira

Nossa Senhora disse:

- “Meus filhos, vocês podem ser como os fios elétricos espalhados nas trevas. Jesus é a energia que faz brilharem as lâmpadas para que muitos possam compreender”.

DIA 07 DE DEZEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

-"Meus filhos, grande parte do povo está sentindo o gosto das paixões do mundo. Mas todos podem sentir o gosto da Paz e do Amor que Deus lhes oferece. Vocês podem ser obedientes se tiverem cada dia um maior desejo de Deus em suas orações".

Nossa Senhora estava alegre e acompanhada de dois Anjos.

Nesse dia foi comemorado o dia da Imaculada Conceição com a Santa Missa celebrada pelo Padre Teixeira e Padre Adilson.

DIA 08 DE DEZEMBRO DE 1987 - Terça-feira

-"Meus filhos, vocês podem ser obedientes se tiverem a cada dia um desejo maior de Deus em seus corações".

DIA 14 DE DEZEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

- "Meus filhos, todos vocês podem me dar um presente que me torna feliz. Preparem seus corações e deixem que Jesus nasça em todos."

Mãezinha, porque o povo não tem Jesus?

-"Filho, Jesus é obediente. Ele não força ninguém. Ele espera a vontade de cada um e de todos".

DIA 15 DE DEZEMBRO DE 1987 - Terça-feira

- "Grande é o desespero que atinge o povo na terra porque o povo esqueceu que uma só é a esperança, que é JESUS. Todos podem ter essa esperança! Encontra-se na oração; ela vai e Jesus vem ao encontro de vocês".

DIA 21 DE DEZEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

- "Meus filhos, Eu amo todos vocês! Peço que abram seus corações a Jesus que lhes dá a salvação."

Nossa Senhora me mostrou dois corações. Um estava aberto para Jesus, e o outro não. Eu não conseguia olhar para o coração que não tinha Jesus porque era muito feio e dava medo. Mas o coração que tinha Jesus estava alegre.

"Um coração sem Jesus, não é coração".

Nesse dia foi celebrada a Santa Missa por três Padres:

Padre Adilson, Padre Teixeira e Padre Afonso.

DIA 22 DE DEZEMBRO DE 1987 - Terça-feira


- “Meus filhos, o mundo está passando por uma crise muito difícil porque o povo esqueceu que Deus existe. Estão procurando a sabedoria humana. Tudo pode ser recuperado se forem buscar a sabedoria de Deus que é o dono de tudo".

DIA 28 DE DEZEMBRO DE 1987 - Segunda-feira

- “Meus filhos, vocês podem ser como a água que vai somente para o mar. Todos podem viver os ensinamentos de Jesus e caminhar somente para a Vida Eterna."

DIA 29 DE DEZEMBRO DE 1987 - Terça-feira 
NOSSA SENHORA PEDE UMA NOVENA

- “Meu filho, tudo vai ser doloroso até o último dia de sua existência. Tenha tranqüilidade no sofrimento. Façam uma novena de Missas por nove segundas- feiras. Eu Me manifestarei durante a Novena."

DIA 01 DE JANEIRO DE 1988 - Sexta-feira

Pe. Afonsinho mandou perguntar se a 'Pastoral Preferencial para os Pobres' estava certa. Nossa Senhora respondeu:

-"Esta Pastoral está certa mas, se o povo correspondesse melhor às minhas mensagens e fosse mais obediente, conseguiria muito melhor socorrer os marginalizados".

DIA 04 DE JANEIRO DE 1988 - Segunda-feira 
1°. DIA DA NOVENA

-"Meus filhos, vocês podem ser como o cão de . guarda que, em troca da comida, guarda o reinado do seu patrão, e todos vocês podem vigiar o Reino de Deus; enfim, a recompensa é a Vida Eterna".

DIA 05 DE JANEIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, Eu sou obediente. Eu vou transmitir minhas mensagens nesta novena".

Pediram para perguntar: - Mãezinha, a Senhora não vai mais aparecer aqui?

-"Sim, filho! Eu vim para dar força aos grupos de oração que estão reunidos rezando e pedindo as graças de Deus".

DIA 11 DE JANEIRO DE 1988 - Segunda-feira 
2°. DIA DA NOVENA

-"Meus filhos, o Reino de Deus foi feito para todos, mas nem todos fazem por merecê-Io; mas todos vocês podem tomar posse desse Reino. O caminho mais perto é:

  • ORAÇÃO
  • PENITÊNCIA
  • EUCARISTIA
  • CONVERSÃO".

DIA 12 DE JANEIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, não tenho novidades para vocês. Quero só afirmar o que está esquecido por muitos."

Vocês nunca poderão imaginar o quanto é agradável a Deus quando o povo se reúne rezando e entregando tudo nas mãos de Deus. Esse povo é considerado o Povo de Deus.

"Todo esse povo sofre, mas feliz o que não desanima e vai firme até o fim."

DIA 18 DE JANEIRO DE 1988 - Segunda-feira 
3º. DIA DA NOVENA

-"Meus filhos, todos vocês podem ser como as crianças. Aqueles que forem como as crianças e Me estenderem as mãos, Eu caminharei com eles até Jesus e com eles iremos até a Casa do Pai".

DIA 19 DE JANEIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, todos vocês podem entender estas palavras:

  • ORAÇÃO;
  • PENITÊNCIA;
  • AMOR;
  • A ORAÇÃO SINCERA OS APROXIMA DE JESUS;
  • A PENITÊNCIA OS FAZ PARECER COM JESUS;
  • O AMOR OS FAZ TORNAR TODOS IRMÃOS;
  • ESSA É A FAMÍLIA QUE DEUS ESPERA".

- Mãezinha, como resolver os numerosos problemas?

- "Sim, peçam ao Divino Espírito Santo que Ele resolverá tudo!"

DIA 25 DE JANEIRO DE 1988 - Segunda-feira
4°. DIA DA NOVENA


- "Meus filhos, todos vocês que amanhecerem com um DESEJO MAIOR DE CONVERSÃO E DE MUDANÇA DE VIDA, estão jogando mais uma flor para Mim que sou a Mãe de vocês. Eu Me sinto feliz e agradeço a todos que estão ouvindo e obedecendo o meu apelo."

DIA 26 DE JANEIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, não se aborreçam com tudo o que está acontecendo. Eu vejo o rosto sofrido de vocês, mas Eu estou com vocês! O diabo está aborrecido com vocês; está fazendo tudo para desanimar vocês, mas continuem unidos e rezando do mesmo jeito, pois o diabo é fraco".

DIA 1°. DE FEVEREIRO DE 1988 - Segunda-feira
5°. DIA DA NOVENA

-"Meus filhos, todos os que colocarem nas mãos os meus pedidos para viverem, vão sofrer porque o caminho do mal se transformou numa grande rua, enquanto o caminho do Bem está quase apagado. Mas, se todos voltarem para esse caminho, regiões inteiras serão curadas e reinarão a alegria e a paz".

DIA 02 DE FEVEREIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, Eu sou o Amor e estou repartindo esse Amor com esses padres que estão pregando aqui para que todos possam entender. Vocês não sintam vaidade quando forem pregar, porque, se forem obedientes, todos irão entender aquele pouquinho que for falado".

DIA 08 DE FEVEREIRO DE 1988 - Segunda-feira 
6°. DIA DA NOVENA

- "Meus filhos, Jesus está ao lado de cada um de vocês. Ele quer ser amigo de vocês. Eu fico triste porque muitos se esqueceram que Jesus existe. Todos vocês podem ser amigos de Jesus porque Ele é bom. Ele nos leva à Vida! Ele é o melhor Amigo!"

DIA 09 DE FEVEREIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, o diabo pediu um tempo a Deus para trabalhar. Eu tive pena do povo e pedi a Deus permissão para trabalhar contra o demônio e poder deixar milhares de sinais em conversões impossíveis. O sinal visível da Igreja está com Dom José que é Bispo de vocês. Com sua palavra numerosas famílias que estão afastadas de Deus vão procurar fazer a vontade Dele. Eu colocarei no coração de Dom José completa certeza e confiança conforme já coloquei no coração de alguns Padres que estão presentes aqui. Obrigada!"

DIA 15 DE FEVEREIRO DE 1988 - Segunda-feira 
7°. DIA DA NOVENA

-"Meus filhos, Eu coloco para vocês o remédio contra a doença AIDS que está matando regiões inteiras. Todos vocês poderão usá-Io: rezem todos os dias o TERÇO EM FAMÍLIA! Assim vocês terão amor a Deus e horror ao pecado, e serão amigos verdadeiros de Jesus".

DIA 16 DE FEVEREIRO DE 1988 - Terça-feira

-"Meus filhos, Eu estou alegre com as orações de vocês durante este tempo de carnaval".

O povo queria saber se íamos fazer o Santuário. Nossa Senhora responde:

-"O Santuário, se vocês acharem que Eu mereço, Eu o quero".

-"Eu carrego os sacerdotes cobertos com o meu Manto, mas muitos ainda não acreditam em Mim".

Nós não sabíamos se era para pintar o quadro de Nossa Senhora da Obediência. Ela respondeu:

- "Deixem esse rapaz pintar o quadro para que possa ser espalhado em todo o mundo. Eu vou orientar vocês com pensamentos obedientes. Obrigada!"

DIA 22 DE FEVEREIRO DE 1988 - Segunda-feira 
8°. DIA DA NOVENA

-"Meus filhos, todos vocês podem se converter. Coloquem agora em seus corações novos pensamentos. Entreguem-se por inteiro nas mãos de Deus, porque senão, um dia todos vão se arrepender, e, talvez seja tarde demais. Não fiquem tristes, nem chorem, mas sorriam de alegria. Eu vim para ajudar vocês a caminharem para a Vida Eterna. Obrigada".

DIA 23 DE FEVEREIRO DE 1988 - Terça-feira

- "Meus filhos, NÃO VOU MAIS APARECER, MAS VOU ESTAR AQUI DO MESMO JEITO COM VOCÊS!"

Foi difícil esconder este encontro do povo, mas agora não consegue mais. Vocês não estão mais encarregados de caminharem aqui sozinhos. Já tem o
Padre para celebrar toda semana aqui.

Nossa Senhora pede a bênção do Quadro:

-"Quero a bênção do Quadro segunda-feira. Vocês podem continuar no mesmo clima como antes. A Consagração deve ser feita com o povo".

DIA 29 DE FEVEREIRO DE 1988 - SEGUNDA-FEIRA
9°. E ÚLTIMO DIA DA NOVENA

-"MEUS FILHOS, NÃO VOU DAR MAIS MENSAGENS PARA VOCÊS MAS VOU ESTAR AQUI DO MESMO JEITO. AQUI SERÁ SEMPRE UM LUGAR DE BÊNÇÃOS E GRAÇAS, FONTE PARA CURA DA ALMA E DO CORPO. VENHAM VISITAR-ME PARA RECEBEREM MINHAS BÊNÇÃOS E GRAÇAS, PROVA DO MEU AMOR PARA VOCÊS. PROMETO A SALVAÇÃO A TODOS QUE ACOLHEREM E COLOCAREM EM PRÁTICA TODOS OS MEUS PEDIDOS. AGRADEÇO A TODOS AQUELES QUE SOFREM POR MINHA CAUSA.

OBRIGADA!"

CONSAGRAÇÃO
À NOSSA SENHORA RAINHA DA OBEDIÊNCIA


Virgem obediente do Céu e da Terra,
Mãe de Jesus e de todos,
prometemos ser obedientes ao Papa,
aos Bispos e aos Sacerdotes.
Prometemos ser obedientes à Senhora,
a seu Divino Filho Jesus
e aos seus ensinamentos.
Mãezinha,
eu vos consagro, ao vosso Imaculado Coração,
todo o meu ser e vos prometo
ser obediente até o fim de minha existência.
Minha Mãezinha,
eu quero ser obediente a vós durante toda a minha vida.
Aceitai-me do jeito que sou e fazei de mim
o que vós quiserdes Sim Mãezinha querida,
eu vos consagro toda a minha vida.
Protegei-me, ó Mãe querida e
livrai-me do caminho do mal.
Prometo fazer a vossa vontade.
Assim seja.

Relato Publicado no “Jornal da Cidade” 
Domingo, 24/03/91 
(Aparições de Nossa Senhora num Lugarejo de Congonhal)

Centenas de fiéis, atraídos pela aparição de Nossa Senhora, estiveram no local onde se ergue a Igrejinha de São Domingos. No dia 1º de fevereiro de 1991, no bairro de São Domingos, paróquia de Congonhal, houve um ”Grande Evento Mariano” que foi a Primeira benção da nossa igreja, consagrada a Nossa Senhora.
Foi celebrante Dom João Bosco Óliver de Faria, estimado Bispo Administrador da Arquidiocese. Permita-nos, de início, traçar um breve relance histórico da Igreja. 
No dia 22 de junho de 1987, começaram os "Acontecimentos de São Domingos". Um jovem, Alfredo Moreira, 23 anos, como outras pessoas devotas da comunidade e de líderes da RCC (Valfrido, José Coutinho, Luciete e outros) vinham se reunindo em grupos de oração e de terço em família. Nesta data de 22 de junho, a tarde, como ele contou, começou a ter visões estranhas e que Nossa Senhora aparecia e falava com ele. Isto continuou a se repetir durante o terço habitual na Igrejinha de São Domingos, todas as segundas-feiras. 
De imediato, a notícia se espalhou rapidamente. Já em multidão acorriam os fiéis ao local, para rezarem, fazer seus pedidos e à procura de conversão. Logo foi necessário armar um barraco, do lado da Igreja, com material plástico. Mas, sem tardança construíram um barraco maior, com bancos para abrigar o povo. Ali passou a ser o local das Celebrações Eucarísticas, Cultos Dominicais e do terço tradicional. Mas o povo se manifestou logo querendo construir uma Igreja. 
"E assim começou a Igreja hoje inaugurada. Um grupo do local, Joaquim e João Malaquias, Sebastião, Antônio Moreira, José Hilário e outros já dirigiam a parte religiosa, era a chamada "Equipe". Eles se prontificaram e se entregaram ao trabalho da construção." 
D. José O' Ângelo Neto, nosso Arcebispo, de saudosa memória, aquiesceu a idéia e abençoou. Aprovou também a planta da Igreja, que foi inspirada e idealizada pelo engenheiro Aírton Costa. 
"O local que está no ponto mais alto da região, dista 200 metros da Igrejinha das "Aparições" e foi preparada para construir pelo prefeito Sr. Mauro Pereira da Silva, que também atendendo aos anseios do povo, construiu uma nova estrada que dá acesso à São Domingos". O terreno foi doado pelo benemérito Sr. Francisco Caetano e família. 
A Igreja de nossa Senhora tem no seu centro 37 x 14 metros, tem mais duas capelas laterais (Cruz da Igreja), a capela do Santíssimo e um apartamento. 
Com um trabalho realizado com o espírito de fé pelo construtor César Domingues Simões, com donativos (alguns valiosos) dos romeiros, devotos e do povo em geral, foi possível levantar o Templo no espaço de 1 ano 3 meses e 15 dias, após a cerimônia da Bênção da Pedra Fundamental. 
Apesar da chuva que caía e que antecedeu o dia, um grande número de pessoas participou da Cerimônia Inaugural. Toda a Igreja estava lotada. D. João Bosco abriu a cerimônia com um Ritual Solene de Bênçãos. Em seguida percorreu a Igreja aspergindo as paredes e recitando orações próprias. 
Concelebrou também Pe. Afonso Ligório Rosa, pároco, com a ajuda dos Seminaristas: João Vianey Coutinho e Rubens Caetano e do coral dos jovens. D. João Bosco congratulou-se com o importante acontecimento da vida religiosa dessa comunidade, e exaltou a devoção a Maria e expôs aos fiéis vários conceitos da vida cristã e paroquial. 
Foi saudado pelo povo e recebeu palavras de agradecimento pela jovem Vânia, representando a comunidade local. Houve a leitura da ATA da presente solenidade pela Sra. Geralda Dirce de Oliveira. O quadro de Nossa Senhora que foi levado em procissão para a nova Igreja, retomou à Igrejinha, onde, por enquanto, ficará até sua entronização definitiva com o acabamento da construção. 
Foram realizados leilões de brindes e gado em benefício da Igreja. O casal Miguel Machado e Maria com amigos de Pouso Alegre sempre têm oferecido considerável ajuda a São Domingos. 
Em nome da Comunidade de São Domingos agradecemos muito o apoio de todos, especialmente dos romeiros, e que todos se sintam felizes com as Bênçãos mais escolhidos do Senhor e a proteção de Maria! 
Até a próxima oportunidade, nas missas semanais que acontecem em todas às segundas-feiras, ou na sua Festa principal - dia 22 de Junho. 

Escreveu Padre Afonso Ligório Rosa – Pároco

Pe. Vincenzo Savoldi entrevista 
Alfredo Moreira em 28/02/95


No sétimo aniversário da última Aparição de Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA,

Pe. Vincenzo Savoldi organizou uma romaria ao Santuário de Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA,

e a um encontro pessoal com Alfredo Moreira.

Participaram da Romaria:

- Pe. Emídio Girotto - Reitor do Seminário Teológico João XXIII, dos Padres Carlistas; 
- Os Seminaristas do Seminário São Joaquim; - As IRMÃS Teresianas,
- e muitos devotos de Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA.

No dia 28 de fevereiro de 1995, quando esses romeiros foram à casa de Alfredo, que os recebeu com grande amor e simplicidade, foram colocadas várias perguntas: 

Pe. V: Como aconteceu a primeira Aparição?

Alfredo: Eu estava rezando na capela com um grupo de oração formado de seis pessoas. Fazia anos que nós nos reuníamos para rezar, pedindo a Deus que tivesse misericórdia de nós e que fosse feita sempre a vontade do Senhor e não a nossa. 
Fazia anos que nós rezávamos o terço. Aconteceu que quando estávamos rezando aquele terço tão gostoso, e a gente se sentia muito bem, vi que as duas luzes de trás da capela se apagavam e acendiam. Entoavam um cântico e eu olhava aquela lâmpada que se apagava e acendia ... Então a lâmpada foi crescendo, crescendo. Eu fiquei com medo pensando que a lâmpada fosse explodir... Olhei para os outros, pensando que todos iriam correr, mas ninguém correu. Eu pensava em correr junto a eles, mas ninguém correu... Fiquei novamente olhando para aquela lâmpada que crescia... Era Nossa Senhora que olhava para nós, sorrindo, com o terço na mão.

Esta foi a primeira vez que vi Nossa Senhora. 

Pe. V: Como é Nossa Senhora? 

Alfredo: Ela era como qualquer pessoa. Ela vinha, chegava e falava como qualquer pessoa fala, mas a gente não pode expressar com palavras a sua beleza e bondade, o seu jeito. Trata-se de uma beleza que ninguém pode explicar. A gente olha e não sabe o que dizer. Quando as pessoas me perguntam do manto dela, pensando numa cor, mas de repente a cor já era outra. A gente não chega nem por perto em falar aquilo que é a verdadeira beleza e bondade de Nossa Senhora... A sua voz e a sua beleza agradam tanto a gente que não queria sair de perto dela, não queria ouvir mais ninguém - sempre ficarmos só eu e Ela.

Pe. V: O caminho da sua casa até a capela é muito longo. Não sentia medo de caminhar a noite?


"Alfredo: Todas as segundas-feiras a gente ia. Ninguém de nós falava. Eu falo de mim mesmo, que depois de ter começado a participar do grupo de oração, eu não falhava; mesmo quando chovia eu ia sozinho. Quando voltava, tinha medo, sim, por causa da escuridão no meio do mato; tem hora que a gente arrepia. Se eu não fosse participar do grupo de oração, era muito pior. Tinha certeza que ia dormir tarde e também a semana não seria boa para mim." 

Pe. V: Nossa Senhora apareceu somente a você ou também às pessoas do grupo de oração? 

Alfredo: Sempre me lembro daquele dia que o lugar ficou muito diferente... Todos, naquele momento, ficaram como que parados. Ninguém sabia falar, sem saber o que fazer, e sem saber o que ia acontecer. Foi criado um ambiente diferente. A mensagem era só para mim, mas algo mudou também para o grupo. 

Pe. V: Alfredo, mudou algo em sua vida? 

Alfredo: Nunca pensei no que vou falar agora. Sempre para mim a vida foi muito gostosa. Não tenho nada para reclamar. A gente luta para que Deus tenha misericórdia da gente. A gente luta para sempre melhorar e ser mais perfeito, para cumprir sempre a vontade de Deus... o medo terminou, mas a gente nunca faz perfeitamente o que Deus quer. 

Pe. V: Nossa Senhora falou algo sobre o povo brasileiro, seus problemas, apontou soluções? 

Alfredo: Não falou especificamente sobre o povo brasileiro. O que eu percebia e sentia: Ela falava para mim, para viver os pedidos dela, e prometendo a todos a salvação. Isto me bate muito forte:

  • ORAÇÃO
  • PENITÊNCIA
  • CONVERSÃO

PARTICIPAÇÃO DA SANTA MISSA COM A EUCARISTIA

Tudo isso é algo que nunca saiu do meu pensamento. Tenho certeza que Nossa Senhora vai ajudar a mim, a todo povo brasileiro e a todos... 

Pe. V: Existem doenças terríveis que estão dizimando o povo. Qual a solução? 

Alfredo: Nossa Senhora disse que o ar está sendo poluído pela maldade do povo e pelo pecado. Nossa Senhora pediu às pessoas para rezar - fazer penitência - participação na Missa com a Eucaristia - seriedade de vida. "É muito difícil consertar o Brasil e o mundo todo, mas a gente deve tomar muito cuidado com o nosso "mundo interior". Só Deus pode tomar conta do mundo. Tendo mais fé, Deus irá consertar este mundo. 

Pe. V: Você teria vontade de ver mais uma vez Nossa Senhora? 

Alfredo: Nunca esqueci suas aparições e tenho saudade delas. Sempre quando rezo na capela, eu saio de lá com a mesma alegria como quando Ela me apareceu. Esqueço tudo aquilo que eu pensava. Nossa Senhora renova e recupera todas as forças que eu tinha perdido. 

Pe. V: Você se sente orgulhoso por ter sido escolhido para ver Nossa Senhora? 

Alfredo: Sempre demorei muito em acreditar, aceitar e querer que Nossa Senhora aparecesse para mim. Eu pensava que também as outras pessoas do grupo vissem Nossa Senhora. Eu pensava que não era verdade, que eu enxergava demais. 
A segunda vez quando Ela apareceu, eu fui embora como se não tivesse acontecido nada. Não queria falar com ninguém. Nunca podia imaginar uma coisa tão bonita como o que vi naquela noite. Alguém me perguntou: O que aconteceu? Viu alguma lâmpada apagando e acendendo? 
Eu senti que era de verdade Nossa Senhora e disse para eles que não contassem para ninguém. 
Quando foi a terceira vez, fiz o propósito de pedir a Deus que não acontecesse nada, que tirasse aquela aparição. Eu pedi de olhos fechados, de cabeça baixa. Não queria ver nada. Enquanto eu estava de olhos fechados e de cabeça baixa, rezando, senti uma mão se colocando no meu ombro e uma voz suave me dizia: 
- Meu filho, estás com medo de mim? Eu preciso de você!... (Aqui Alfredo se comove até às lágrimas...) 
- O filho não tem medo da mãe! 

Pe. V: Tem algo para falar às IRMÃS religiosas que estão aqui presentes? 

Alfredo: Quando vejo as IRMÃS, fico muito feliz, porque são muito parecidas com Nossa Senhora. São uma grande graça de Deus. Elas transmitem coragem: sempre rezando, implorando, fazendo penitência, ajudando-nos a rezar, a ter coragem, esperança, renunciando a tudo o que o mundo nos oferece.
É uma grande honra para mim ver estas Irmãs tão cheias de coragem. Elas animam a nós e ao Brasil todo. Peço desculpas e fico triste quando não cumpro a vontade de Deus e o que Nossa Senhora pediu. 

Pe. V: Porque Nossa Senhora escolheu um jovem como você? 

Alfredo: Não sei porque Nossa Senhora escolheu a mim. Eu perguntei a Ela e Ela me disse que Deus a escolheu porque Ela nada sabia, a mais humilde de todas as criaturas. Ela quis me escolher porque eu nada sabia, nada sei e nada sou. 

Pe. V: Porque escolheu o nome de RAINHA DA OBEDIÊNCIA? Pois fala-se muito em Obediência, mas não se vive, não se pratica na verdade. 

Alfredo: Eu também não sei porque escolheu este nome. Um dia me mandaram perguntar o nome dela e Ela respondeu: "EU SOU A RAINHA DA OBEDIÊNCIA".

Muitas vezes a gente escuta a explicação dos padres que falam mais bonito do que eu, mas quando a gente sai da igreja esquece tudo. Não basta só escutar a Palavra de Deus; temos que obedecer a Deus. Não foi Nossa Senhora que falou isso, mas fui eu.

Pe. V: Quando você falava nas aparições, o povo acreditava? Você sofria? 

Alfredo: Sempre existem pessoas que não acreditam, mas eu não sofro. O importante é que seja feita a vontade de Deus. 
Que a vontade de Deus seja feita, e a vontade dos homens, Deus respeita! 
Cada um tem a sua maneira de pensar. Nunca me preocupei com essa parte. Tem pessoas que acreditam e pessoas que não acreditam. Nunca falei para acreditarem em mim. E ninguém veio me dizer que não acreditava. Sempre digo para mim mesmo:

Deus protege sempre a gente duma forma que nunca merece! 

Pe. V: Houve distorções das mensagens de Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA? 

Alfredo: Já se passaram sete anos da última aparição (na época desta entrevista). Já passou todo tipo de coisas que a gente não fica alegre ao lembrar. Eu fiquei um pouco aborrecido com as pessoa que se aproveitavam e usavam aquilo que era de Deus em favor delas mesmas. Então a gente fica aborrecido, mas a gente continua rezando para que Deus tenha dó dessas pessoas, porque uma só pessoa não é que vai atrapalhar muitas pessoas que podem aproveitar a graça de Deus. 

Pe. V: Aqui estiveram os repórteres da televisão e de revistas que distorceram as mensagens de Nossa Senhora e a pessoa do Alfredo? 

Alfredo: Sim. Eles trocaram muita coisa. A gente percebe que ninguém pode trocar a vontade de Deus. Se for da vontade de Deus, logo pega. Quem tiver no coração uma boa esperança, enxerga a vontade de Deus. 
Eles distorceram muito o que aconteceu, mas o povo não acreditou neles. Ninguém consegue trocar a vontade de Deus! 

Pe. V: Você viajou? Foi a outros lugares? Houve quem o criticou? 

Alfredo: Fui convidado em duas cidades vizinhas, mas apareceu pouca gente. Sempre pensei que as pessoas sabiam mais do que eu. Eu rezei por estas pessoas para que seja feita a vontade de Deus sobre essas pessoas. Eu fico muito alegre quando é feita a vontade de Deus. 
Eu rezava para que Deus ajudasse essas pessoas e suas famílias. 
Às vezes têm pessoas que criticam. 
Jesus, que é Deus, sofreu muito porque foi muito criticado. 
Este é o meu pensamento: a gente deve ser mais criticado do que Jesus, porque a gente é muito pequeno diante do sofrimento de Jesus. 

Pe. V: Aqui tem muitas crianças. Tem alguma mensagem para elas? 

Alfredo: Um dia Nossa Senhora apareceu trazendo uma cesta cheia de crianças. No começo não entendi. Eu perguntei o que era aquilo. Eram crianças de todas as cores: pretas, brancas, amarelas, morenas... Ela me disse: 
"Todos aqueles que obedecem a Deus e anunciam a sua Palavra, são como estas crianças da cesta. Crianças são aquelas que obedecem a Deus."
Nós somos crianças, e as crianças são como nós. 

Pe. V: A sua mãe Rita ficou feliz em ver você escolhido por Nossa Senhora? 

Alfredo: Minha mãe sempre rezou e hoje reza ainda mais. É gostoso rezar. Melhor ainda é viver conforme o que a gente está rezando. 

"Pe. V: Quando Nossa Senhora aparece, Ela fala sempre de oração - jejum - penitência; Ela falou algo para você?" 

Alfredo: Uma vez Nossa Senhora apareceu triste. Eu perguntei o que estava machucando o seu coração. Ela me respondeu que era o povo entregue ao que não era do gosto de Deus. Tudo isto machucava o seu coração. Eu perguntei se podia fazer algo para ajudá-Ia. Ela pediu para eu fazer penitência para este povo que está seguindo um caminho errado. Sempre faço alguma penitência, mas é muito pouco. Peço a Deus que tenha misericórdia do povo e daquelas pessoas que não sabem que Deus existe. 

Pe. V: Estamos no tempo do carnaval. Nossa Senhora falou algo sobre isso? 

Alfredo: Aqui em São Domingos temos Retiro e Tarde de Oração. Nossa Senhora fica alegre e agradece quando o povo está rezando enquanto outro povo está maltratando Jesus. O povo que reza quer ajudar Jesus a sofrer com mais fortaleza. No tempo do carnaval Jesus é pisado pelo próprio povo. Maria alerta e agradece ao povo que reza no retiro para o outro povo que faz o contrário da vontade de Deus. 

Pe. V: Se Nossa Senhora aparecesse neste momento, o que você pediria? 

Alfredo: Nunca pensei desta maneira. Pediria que fosse feita a vontade de Deus. Eu nada sou. Que Ele faça algo para que eu aceite a sua vontade e que Nossa Senhora me ajude a fazer a vontade de Deus. Se Ela aparecesse agora eu tinha certeza que ficaria muito alegre, mas não mais do que a gente está, porque a gente tem tudo, Deus dá tudo, e continuaria muito alegre porque isso é uma coisa muito gostosa e nos dá muita força. 

Pe. V: As aparições aconteceram só na capela? 

Alfredo: Só na capela. Só a última aparição foi fora da capela. Eu estava aborrecido pois pensava de não chegar até lá. Tinha muita gente. Desde manhã cedo estava tudo lotado. Na hora marcada vieram algumas pessoas que me ajudaram a chegar lá. Foi Nossa Senhora que mandou essas pessoas para me ajudar a chegar ao lugar no momento certo. 

Pe. V: Tem algo a falar sobre a família? Temos que rezar o terço em família? 

Alfredo: Quando Nossa Senhora apareceu tinha sempre um terço na mão. Ela pediu que a família rezasse unida. Ela me pediu muito para insistir com o povo para que rezasse em família. 

Pe. V: Ela falou das outras religiões? 

Alfredo: Não, Ela não falou das outras religiões e crenças. Acredito que é vontade de Deus saber respeitar as outras pessoas.

Pe. V: Qual é o seu relacionamento com Maria hoje?

Alfredo: Hoje tenho a imagem de Nossa Senhora na minha casa. A gente reza na companhia da esposa e das crianças para que Maria possa educar a gente como precisamos ser educados.

Pe. V: Depois das aparições voltou o medo?

Alfredo: Nunca mais!

Pe. V: Você está sempre disponível com todas as pessoas que aqui vêm para visitá-Io?

Alfredo: Nunca deixo de atender às pessoas, mas, quando a gente trabalha longe daqui, não dá para atender.

Pe. V: Houve resistência da sua família? 

Alfredo: Nunca. Nenhum deles se opôs. Eles me deram apoio total. 

Pe. V: O que Nossa Senhora falou da vida religiosa e dos padres? 

Alfredo: Todos os padres que trabalham para o Reino de Deus e pregam a verdade que é Jesus, Filho de Deus, Ela os carrega na palma da mão. Assim também as IRMÃS. Não só carrega na palma da mão, mas também com uma mão em cima da cabeça em sinal de proteção para não cair e desistir. 
Quando falo com os padres e as IRMÃS, fico alegre e tenho muito respeito para com eles. 

Pe. V: Nossa Senhora escolheu você que é tão humilde e nós, que somos tão pecadores, o que deveríamos fazer? 

Alfredo: Nossa Senhora apareceu a mim porque sou muito mais pecador que vocês. Por isso Ela teve pena de mim. 

Pe. V: Você estava muito emocionado na última aparição. Por qual motivo? 

Alfredo: Eu fiquei emocionado e aborrecido naquele momento porque demorei tanto em acreditar em Nossa Senhora. Não queria aceitar que Ela aparecesse para mim. Estava aborrecido por esta minha atitude anterior de não acreditar que aquilo fosse verdade, e que eu tivesse rezado para que Ela não voltasse a aparecer e a falar comigo. 
Naquele tempo da última aparição me doeu tudo o que tinha feito antes. Lembrei-me de tudo. Agora já se passaram sete anos! Dá para pensar melhor. Na hora a gente pensa e fala diferente. Mais tarde comecei a refletir melhor e vi como Deus foi mais forte comigo. Eu não queria ver, não queria escutar. A graça penetrou na minha vida porque Deus teve misericórdia de mim.

Tem gente que não vê e não escuta.

Alfredo disse mais:

Não tenho palavras para agradecer a presença de vocês que vieram de tão longe! 
Agradeço a coragem que tiveram de chegar até aqui.

Conclusão

Já se passaram vários anos.
É pelos frutos que nós conhecemos se a árvore é boa.
As conversões foram numerosas.
Todas as pessoas que visitam o SANTUÁRIO DA RAINHA DA OBEDIÊNCIA, no bairro São Domingos, Município de Congonhal - MG, recebem muita paz e saúde.
Nossa Senhora está presente do mesmo jeito como apareceu a Alfredo, embora não dê mais suas mensagens faladas.
No seu Santuário continua a fonte de bênçãos e graças do Céu unido à Terra.

Todas as mensagens formam, entre elas, uma unidade como as contas do rosário, que brotam do Coração da Mãe de Deus e nossa Mãe Nossa Senhora RAINHA DA OBEDIÊNCIA agradece a todas as pessoas que lutam e sofrem por sua causa!

RAINHA DA OBEDIÊNCIA

Música: A 13 de Maio - "Histórico: José Coutinho"

Aqui, em São Domingos no alto da serra,
Maria ligou
o Céu e a Terra.
Maria aparece,
de luz refulgente,
-"Me chame de Mãe" diz Ela ao vidente.
Declinou seu nome com muita eloquência:
-"Me chamo Rainha da Obediência",

Ave, Ave,
Ave Maria.
Ave, Ave,
Ave Maria.

E, desde então,
mensagens trazia,
nas 2ª feiras
Ela aparecia.
Em suas mensagens pedia oração,
caminho seguro para a salvação.
Com que devoção
O terço é rezado!
Alegra-se o povo,
fiel e dedicado.

Ave, Ave,
Ave Maria.
Ave, Ave,
Ave Maria.

E a Missa também
se faz celebrar,
Cristo presente
na mesa do altar.

No mês de janeiro
veio anunciar:
"Minha aparição"
vai se encerrar.

Mas do mesmo jeito
Aqui vou estar:
Prossigam comigo
E vamos rezar.

Ave, Ave,
Ave Maria.
Ave, Ave,
Ave Maria.

O povo obediente,
que subindo a serra
comprova que aqui
O Céu se une à Terra.

E, nesta união,
"nós somos curados;"
Maria ajuda
seus filhos amados.

E as graças,
aqui derramadas,
ao mundo inteiro
sejam proclamadas.


Ave, Ave,
Ave Maria.
Ave, Ave,
Ave Maria.

Somos testemunhas
desta aparição,
para que o mundo tenha salvação.

Rainha Obediente,
"estende teu véu;"
é nosso desejo
Te ver lá no Céu.

 

http://www.congonhal.net.br/site/arquivo/aparicao-da-santa.html

 

 

 

Exibições: 8349

Respostas a este tópico

Grata pela partilha

RSS

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço