Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Tsunami atinge Ilhas Salomão e devasta aldeias após um terremoto de 8 graus

Pelo menos cinco pessoas - quatro idosos e uma criança - morreram nesta quarta-feira por conta do tsunami que foi originado após um terremoto de 8 graus na escala Richter e destruiu várias aldeias nas Ilhas Salomão, no Pacífico Sul.

O forte sismo foi registrado à 12h12 local (23h12 de Brasília), a 5 km de profundidade no mar na província de Santa Cruz, no sudeste das Ilhas Salomão, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

O tsunami, com ondas de 90 cm, destruiu três aldeias próximas a Lata, a capital provincial, que foi a área mais atingida pela catástrofe natural.

O diretor do setor de enfermaria do hospital de Lata, Augustine Bilve, confirmou os cinco mortos à emissora neozelandesa TVNZ e acrescentou que o centro médico está atendendo vários feridos.

A mesma rede de televisão indicou que algumas informações indicam que há um número indeterminado de desaparecidos e que os serviços médicos locais se encontram na região para ajudar as vítimas.

Antes, o comissário de Polícia das Ilhas Salomão, John Lansley, dissera que o tsunami destruiu pelo menos três aldeias e danificou parte da pista do aeroporto de Lata, o que afetaria a chegada de ajuda humanitária.

Pouco após o terremoto, o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico emitiu um alarme de ondas gigantes para a região, mas horas depois cancelou o aviso. A Nova Zelândia, no entanto, ainda não retirou o alerta em parte do litoral da Ilha do Norte.

O terremoto ocorreu a 347 km da cidade de Kira Kira, nas Ilhas Salomão, e foi seguido de várias réplicas de até 6,6 graus. Desde terça-feira, essa região sofreu pelo menos dez sismos, com magnitudes entre 4,9 e 6,2 graus.

Em 2007, um terremoto de 8,1 graus causou 52 mortes nas Ilhas Salomão, formadas por cerca de 1 mil ilhas e com uma população de 523 mil pessoas.

O arquipélago fica sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica atingida por cerca de sete mil tremores todos os anos.

Vizinhos
Várias ilhas do Pacífico Sul reagiram com medo, como foi o caso de Kiribati, onde os moradores deixaram suas casas e procuraram abrigo no estádio local, situado na parte alta da ilha, segundo a TVNZ.

Em Suva, a capital de Fiji, houve engarrafamentos por conta da movimentação de aldeões que se dirigiam às zonas altas da cidade.

Apesar de o alerta de onda gigante ter sido cancelado, foi registrado um inofensivo tsunami de 11 centímetros em Vanuatu - que agora se dirige a Papua Nova Guiné - e outro de 50 cm na Nova Caledônia. O Japão calcula que parte da sua costa receberá hoje o impacto de outro tsunami de 20 cm.


EFE EFE - Agencia EFE - Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S

Exibições: 220

Respostas a este tópico

Obrigada pela informação!

Paz e Luz

RSS

© 2020   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço