Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Informação

IMITAÇÃO DE CRISTO

"Sede santos porque Eu Sou Santo" Lv 11,44

Imitação de Cristo é uma obra da literatura devocional, de autor anônimo, publicada no século XV. Seu texto é um auxiliar à oração e às práticas devocionais pessoais. Alguns o consideram um dos maiores tratados de moral cristã. A obra é atribuida ao padre alemão Tomás de Kempis, já que dos 66 manuscritos 60 trazem a assinatura de Tomás de Kempis, na mais respeitada cópia, conhecida como Kempense, escrita em 1441.

 Tomás de Kempis, também conhecido como Tomás de Kempen, Thomas Hemerken, Thomas à Kempis, ou Thomas von Kempen (Kempen, Renânia, 1379 ou 1380 - 25 de julho de 1471, mosteiro de Saint Agnetenberg, Zwolle), foi um monge e escritor místico alemão. São-lhe atribuidas cerca de 40 obras, o que o torna o maior representante da literatura devocional moderna. Um dos textos que lhe são atribuídos é o Imitação de Cristo, obra de inegável influência no cristianismo.

BAIXE O LIVRO AQUI

Membros: 18
Última atividade: ontem

)

Fórum de discussão

1. Da imitação de Cristo e desprezo de todas as vaidades do mundo - áudio

Iniciado por Regina Maria. Última resposta de Cristina Maria Gomes Moura 23 Fev, 2016. 1 Resposta

I. AVISOS ÚTEIS PARA A VIDA ESPIRITUAL 1. Da imitação de Cristo e desprezo de todas as vaidades do mundo Quem me…Continuar

2. Do humilde sentir de si mesmo

Iniciado por Regina Maria 26 Ago, 2015. 0 Respostas

2. Do humilde sentir de si mesmo Todo homem tem desejo natural de saber; mas que aproveitará a ciência, sem o temor de Deus? Melhor é, por certo, o humilde camponês que serve a Deus, do que o…Continuar

Imitação de Cristo

Iniciado por vanderli fernandes brajato. Última resposta de Antonio Jose Nunes da Silva 25 Maio, 2015. 1 Resposta

                                       Livro Terceiro                                                                   capítulo 18  Como, a exemplo de Cristo, se hâo de sofrer com igualdade de ânimo…Continuar

Imitação de Cristo

Iniciado por vanderli fernandes brajato 12 Abr, 2012. 0 Respostas

                                                                                                                                                            capítulo 10                      Imitação…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de IMITAÇÃO DE CRISTO para adicionar comentários!

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 10 outubro 2015 às 6:47

Fonte: retirado do livro “Confessai-vos bem” do Rev. Pe. Luiz Chiavarino

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 10 outubro 2015 às 6:46

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 10 outubro 2015 às 6:45

Conheça uma visão de Santa Teresa: veja o grande perigo que é a Confissão mal feita.

Santa Teresa d'Ávila viu em uma visão: as almas daqueles que se confessavam mal sofriam no Inferno.

Continuação do post: Qual a principal causa da perdição da alma? Leia aqui para descobrir:

.

Discípulo. — Mas não há exagero nisso?

Mestre. — Exagero nenhum, e nem sou eu quem o diz: afirmam-nos os Santos que melhor conhecem as almas e viu-o Santa Teresa em uma visão.

Estava a Santa rezando, quando, de repente abrem-se diante dos seus olhos uma voragem profunda, cheia de fogo e de chamas; e nesse abismo precipitam-se com abundância, como neve no inverno, as pobres almas perdidas.

… são as confissões mal feitas o motivo pelo qual tantas pessoas perdem suas almas e vão para o inferno!…

Assustada, a Santa levanta os olhos ao céu e: — Meu Deus, exclama, meu Deus!

O que é que eu estou vendo? Quem são elas, quem são todas essasalmas que se perdem? Com certeza devem ser as almas dos pobres infiéis.

— Não, Teresa, não! Responde o Senhor. As almas que neste momento vês precipitarem-se no inferno com o meu consentimento, são, todas elas, almas de cristãos como tu.

— Mas então devem ser almas de pessoas que não acreditavam, que não praticavam a Religião, que não freqüentavam os Sacramentos!

— Não, Teresa, não! Fica sabendo que essas almas pertencem todas a cristãos batizados como tu, e, que, como tu, eram crentes e praticantes…

— Mas se assim é, naturalmente essa gente nunca se confessou, nem mesmo na hora da morte…

— No entanto, são almas que se confessavam, e confessaram-se também antes de morrer…

— Por qual motivo então, ó meu Deus, são elas condenadas?

— São condenadas porque se confessaram mal…

Vai Teresa, conta a todos esta visão e recomenda aos Bispos e Sacerdotes que nunca se cansem de pregar sobre a importância da confissão e contra as confissões mal feitas, afim de que os meus amados cristãos não transformem “o remédio em veneno;

Afim de que não se sirvam mal desse sacramento, que é o sacramento da misericórdia e do perdão.”

D. — Pobre Jesus!… São assim tão numerosas as confissões mal feitas?

M. — S. Afonso, S. Felipe Néri, S. Leonardo de Porto Maurício, afirmam unanimemente que, infelizmente, o número das confissões mal feitas é incalculável.

Eles, que passaram à vida no confessionário e à cabeceira dos moribundos, sabem dizer a pura verdade.

E nós que erramos, de terra em terra, pregando exercícios e missões, somos obrigados a afirmar a mesma coisa.

O célebre Padre Sarnelli, na sua obra “O mundo santificado” exclama:

“Infelizmente são incalculáveis as almas que fazem confissões sacrílegas: s

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 1 agosto 2015 às 6:17

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 24 junho 2015 às 16:30

Luz num mundo de trevas. – SNF – 2015.

Lanterna_de_luz

Em seu ápice, a família é uma escola de amor, justiça, compaixão, perdão, respeito mútuo, paciência e humildade em meio a um mundo encoberto pelo egoísmo e o conflito. Neste sentido, as famílias ensinam o que significa ser humano. Contudo, são muitas as tentações que surgem procurando nos induzir a esquecer que o homem e a mulher foram criados para a aliança e a comunhão. A pobreza, a ostentação da riqueza, a pornografia, a contracepção, além dos erros de natureza filosófica e intelectual são exemplos de elementos que podem suscitar contextos de desafio ou ameaça para a vida saudável da família. A Igreja resiste a tudo isso em nome da proteção da família.

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 24 junho 2015 às 16:27

“Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estarei Eu no meio deles.”

(Mt 18, 20)

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 7:15
Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 7:14

vela acesa hoje 27/05/2015

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 7:14

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 6:57

 

Membros (18)

 
 
 

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço