Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Informação

IMITAÇÃO DE CRISTO

"Sede santos porque Eu Sou Santo" Lv 11,44

Imitação de Cristo é uma obra da literatura devocional, de autor anônimo, publicada no século XV. Seu texto é um auxiliar à oração e às práticas devocionais pessoais. Alguns o consideram um dos maiores tratados de moral cristã. A obra é atribuida ao padre alemão Tomás de Kempis, já que dos 66 manuscritos 60 trazem a assinatura de Tomás de Kempis, na mais respeitada cópia, conhecida como Kempense, escrita em 1441.

 Tomás de Kempis, também conhecido como Tomás de Kempen, Thomas Hemerken, Thomas à Kempis, ou Thomas von Kempen (Kempen, Renânia, 1379 ou 1380 - 25 de julho de 1471, mosteiro de Saint Agnetenberg, Zwolle), foi um monge e escritor místico alemão. São-lhe atribuidas cerca de 40 obras, o que o torna o maior representante da literatura devocional moderna. Um dos textos que lhe são atribuídos é o Imitação de Cristo, obra de inegável influência no cristianismo.

BAIXE O LIVRO AQUI

Membros: 18
Última atividade: 30 Jul

)

Fórum de discussão

1. Da imitação de Cristo e desprezo de todas as vaidades do mundo - áudio

Iniciado por Regina Maria. Última resposta de Cristina Maria Gomes Moura 23 Fev, 2016. 1 Resposta

I. AVISOS ÚTEIS PARA A VIDA ESPIRITUAL 1. Da imitação de Cristo e desprezo de todas as vaidades do mundo Quem me…Continuar

2. Do humilde sentir de si mesmo

Iniciado por Regina Maria 26 Ago, 2015. 0 Respostas

2. Do humilde sentir de si mesmo Todo homem tem desejo natural de saber; mas que aproveitará a ciência, sem o temor de Deus? Melhor é, por certo, o humilde camponês que serve a Deus, do que o…Continuar

Imitação de Cristo

Iniciado por vanderli fernandes brajato. Última resposta de Antonio Jose Nunes da Silva 25 Maio, 2015. 1 Resposta

                                       Livro Terceiro                                                                   capítulo 18  Como, a exemplo de Cristo, se hâo de sofrer com igualdade de ânimo…Continuar

Imitação de Cristo

Iniciado por vanderli fernandes brajato 12 Abr, 2012. 0 Respostas

                                                                                                                                                            capítulo 10                      Imitação…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de IMITAÇÃO DE CRISTO para adicionar comentários!

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 1 agosto 2015 às 6:17

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 24 junho 2015 às 16:30

Luz num mundo de trevas. – SNF – 2015.

Lanterna_de_luz

Em seu ápice, a família é uma escola de amor, justiça, compaixão, perdão, respeito mútuo, paciência e humildade em meio a um mundo encoberto pelo egoísmo e o conflito. Neste sentido, as famílias ensinam o que significa ser humano. Contudo, são muitas as tentações que surgem procurando nos induzir a esquecer que o homem e a mulher foram criados para a aliança e a comunhão. A pobreza, a ostentação da riqueza, a pornografia, a contracepção, além dos erros de natureza filosófica e intelectual são exemplos de elementos que podem suscitar contextos de desafio ou ameaça para a vida saudável da família. A Igreja resiste a tudo isso em nome da proteção da família.

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 24 junho 2015 às 16:27

“Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estarei Eu no meio deles.”

(Mt 18, 20)

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 7:15
Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 7:14

vela acesa hoje 27/05/2015

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 7:14

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 6:57

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 6:56

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 6:55

continuação..

A Primeira Grande Revelação

A primeira revelação deu-se provavelmente na manhã do dia 27 de dezembro de 1673, e indica a intensidade do desejo divino de salvar os homens por meio da devoção ao Sagrado Coração. Eis como Santa Margarida a relata:

Uma vez estava, estava eu diante do Santíssimo Sacramento… Encontrava-me toda tomada por esta presença divina”.

“Ele me descobriu as maravilhas de Seu amor, e os segredos inexplicáveis de Seu Sagrado Coração… mas de maneira tão efetiva e sensível que não me deixou lugar a dúvidas, por causa dos efeitos que esta graça produziu em mim, que sempre temo, entretanto, enganar-me em tudo isso que digo acontecer comigo”.

“Eis como me parece que a coisa se passou: Ele me disse:

- Meu Coração divino é tão apaixonado de amor pelos homens, e por ti em particular, que não mais podendo conter em si as chamas de sua caridade ardente, é preciso que elas se difundam por teu intermédio, e que ele se manifeste aos homens para os enriquecer de seus tesouros preciosos, que eu aqui te manifesto e que contêm as graças santificantes e salutares necessárias para os retirar do abismo de perdição.

Eu te escolhi como um abismo de indignidade e de ignorância para a execução deste grande desígnio, a fim de que tudo seja feito por mim”.

“Depois, Ele me pediu o coração, o qual lhe supliquei que tomasse, o que Ele fez, colocando-o no Seu, adorável, no qual me fez vê-lo como um pequeno átomo que se consumia nesta fornalha ardente.

Ao retirá-lo como uma chama viva em forma de coração, Ele o colocou no lugar de onde o havia retirado e me disse:

- Eis aqui, minha bem amada, uma caução preciosa de meu amor, que contém em teu coração uma pequena fagulha de suas chamas mais vivas, para te servir de coração e te consumir até o último momento…

Para mostrar que a grande graça que te faço não é imaginação, e que ela é o fundamento de todas as outras que ainda te darei, embora tenha fechado a chaga de teu lado, a dor ficará para sempre.

E se até agora tu não tomaste senão o nome de minha escrava, eu te dou este de discípula bem amada de meu Sagrado Coração”.

(Continua…)

*   *   *

Fonte: retirado do livro “O estandarte da vitória: A devoção ao Sagrado Coração de Jesus e as necessidades de nossa época” de Péricles Capanema Ferreira e Melo.

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 maio 2015 às 6:53

Sagrado Coração de Jesus: você conhece as quatro grandes REVELAÇÕES e a grande promessa de Nosso Senhor à Santa Margarida? (Parte I)

Nosso Senhor Jesus Cristo aparece a Santa Margarida Maria Alacoque para revelar ao mundo a devoção a Seu Sagrado Coração.

Santa Margarida Maria recebeu graças de vida mística extraordinária desde muito cedo, que aumentaram na vida adulta.

Aqui interessam sobretudo aquelas graças conhecidas como As Quatro Grandes Revelações, ocorridas entre setembro de 1673 e junho de 1675, enquanto a Santa adorava o
Santíssimo Sacramento.

A circunstância de essas revelações terem acontecido diante do Santíssimo Sacramento não parece fortuita. Pois duas das práticas de piedade muito ligadas à devoção ao Sagrado Coração são exatamente a adoração ao Santíssimo Sacramento e a comunhão frequente.

O altar das aparições, diante do qual ela rezou, não existe mais. Houve reformas no interior da Igreja, vinte anos após sua morte, ocorrida em 1690, e aí se perderam os traços desta relíquia que tanto significado teria para a devoção.continua....

 

Membros (18)

 
 
 

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço