Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Assunção de Nossa Senhora- 15 de agosto

Assunção de Nossa Senhora

15 de Agosto



Hoje, solenemente, celebramos o fato ocorrido na vida de Maria de Nazaré, proclamado como dogma de fé, ou seja, uma verdade doutrinal, pois tem tudo a ver com o mistério da nossa salvação. Assim definiu pelo Papa Pio XII em 1950 através da Constituição Apostólica Munificentissimus Deus: "A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial."

Antes, esta celebração, tanto para a Igreja do Oriente como para o Ocidente, chamava-se "Dormição", porque foi sonho de amor. Até que se chegou ao de "Assunção de Nossa Senhora ao Céu", isto significa que o Senhor reconheceu e recompensou com antecipada glorificação todos os méritos da Mãe, principalmente alcançados em meio às aceitações e oferecimentos das dores.

Maria contava com 50 anos quando Jesus subiu ao Céu. Tinha sofrido muito: as dúvidas do seu esposo, o abandono e pobreza de Belém, o desterro do Egito, a perda prematura do Filho, a separação no princípio do ministério público de Jesus, o ódio e perseguição das autoridades, a Paixão, o Calvário, a morte do Filho e, embora tanto sofrimento, São Bernardo e São Francisco de Sales é quem nos aponta o amor pelo Filho que havia partido como motivo de sua morte.

É probabilíssima, e hoje bastante comum, a crença de a Santíssima Virgem ter morrido antes que se realizasse a dispersão dos Apóstolos e a perseguição de Herodes Agripa, no ano 42 ou 44. Teria então uns 60 anos de idade. A tradição antiga, tanto escrita como arqueológica, localiza a sua morte no Monte Sião, na mesma casa em que seu Filho celebrara os mistérios da Eucaristia e, em seguida, tinha descido o Espírito Santo sobre os Apóstolos.

Esta a fé universal na Igreja desde tempos remotíssimos. A Virgem Maria ressuscitou, como Jesus, pois sua alma imortal uniu-se ao corpo antes da corrupção tocar naquela carne virginal, que nunca tinha experimentado o pecado. Ressuscitou, mas não ficou na terra e sim imediatamente foi levantada ou tomada pelos anjos e colocada no palácio real da glória. Não subiu ao Céu, como fez Jesus, com a sua própria virtude e poder, mas foi erguida por graça e privilégio, que Deus lhe concedeu como a Virgem antes do parto, no parto e depois do parto, como a Mãe de Deus.

Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!

 

Exibições: 4185

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de Roseane Valle em 15 agosto 2012 às 19:20

Muito grata !!

Paz e Luz

Comentário de Rizya Oliveira em 15 agosto 2012 às 19:12

Divina Mãe, derrama sobre mim, sobre todos nos a Vossa Lúz, neste dia e nesta hora! Sou grata.

Comentário de maria luiza marques em 15 agosto 2012 às 18:09

Nossa senhora   protegei a minha familia , principalmente o meu filho que há 2 dias anda na  rua no mundo das drogas.Mas  tenho muita fé que ele irá se curar. Eu vou alcançar essa graça se Deus permitir. Amém.

Comentário de Rosangela Moraes de Jesus em 15 agosto 2012 às 13:18

Minha Mãe, zele por mim. Obrigada!

Comentário de Ana Beatriz em 15 agosto 2012 às 12:18

Que nossa Mãe nos abençõe sempre, ao lado de nosso Senhor Jesus Cristo! Amém!

Comentário de Inocencio Francisco Kroetz em 15 agosto 2012 às 10:32

Santa Maria, rogai por nós.Amém.

Comentário de Marinez em 15 agosto 2012 às 9:44

Comentário de Stela em 15 agosto 2012 às 8:16

Grata!!

Comentário de Jana em 15 agosto 2012 às 8:06

Bendito sejais Senhor, Rei do Universo, que concedestes a Maria Santíssima, a graça de ser preservada do pecado original. Pela graça toda especial da Imaculada Concepção de Maria, concedei-nos, Senhor, sermos fiéis devotos de Maria Virgem e, pela sua Santa Intercessão, obtermos as bênçãos que nos são mais necessárias. Amém.

Comentário de Jana em 15 agosto 2012 às 8:03

Salve Rainha

Salve, Rainha, mãe de misericórdia,
vida, doçura, esperança nossa, salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos, gemendo e chorando
neste vale de lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa,
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre,
Ó clemente, ó piedosa,
ó doce sempre Virgem Maria

Rogai por nós santa Mãe de Deus
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço