Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

O primeiro grande presságio do futuro desastre, revelado em um momento em que a energia nuclear ainda estava se desenvolvendo.

O primeiro grande presságio do desastre que abalou todo o planeta em 1986 foi revelado muito antes, numa época em que a energia nuclear ainda estava se desenvolvendo rapidamente. Chegou, recordação de testemunhas, em 26 de abril de 1976, dez anos antes até o dia anterior à explosão do 4º reator na central nuclear de Chernobyl: um sinal enviado pelo Senhor e Nossa Senhora.

Um jornal local, Prapor Peremohy (que significa "Bandeira da Vitória"), publicou um artigo na época, intitulado "Fairytales of the Clergymen". O autor se referiu a uma nuvem de forma incomum que apareceu no céu naquele dia, que alguns clérigos interpretaram como uma aparição da Santíssima Virgem Maria. No entanto, esta não era uma mera curiosidade atmosférica.

Naquela noite, muitos moradores locais testemunharam uma nuvem notável flutuando sobre o chão. A figura de Theotokos (Mãe de Deus) podia ser discernida nele, com o rosto e o vestuário de cores vivas claramente visíveis. Ela estava segurando um penacho de absinto seco , que os habitantes locais também chamam de Chernobylnik. A Mãe de Deus deixou cair o absinto sobre a cidade. Então a nuvem brilhante e radiante se moveu para a floresta e parou sobre o templo de Santo Elijah, o Profeta. A Theotokos parou sobre o templo e abençoou duas vezes com as duas mãos. Quando ela apareceu no céu, a chuva parou, e o clima ficou quente e suave.

O sacerdote local, padre Alexander Prokopenko, foi informado sobre esse fenômeno. Ele explicou que somente a Mãe de Deus pode dar uma bênção com duas mãos. Os bispos também têm esse privilégio; No entanto, a visão no céu não era de um homem.

O fenômeno foi interpretado como um sinal que prediz um verão seco e uma colheita pobre. Algumas pessoas encontraram e pegaram pedaços do absinto que caíram do céu. Muitos anos depois ficou claro que era realmente uma previsão - mas quando o reator nuclear de Chernobyl explodiu, ninguém fez uma conexão entre eventos exatamente a dez anos de distância! Apenas muito depois, as pessoas lembraram a história e reconheceram o fenômeno como um sinal de Deus.

Em 2002, Sua Beatitude Metropolitana Vladimir de Kiev e Toda a Ucrânia abençoou a criação de um ícone que descreve a aparição da Santíssima Virgem Maria sobre Chernobyl. Foi pintado por um servo de Deus chamado Ioann, um artista de Kiev, que também criou o resto da obra de arte em nosso templo. Ioann, que é órfão, é muito religioso, piedoso e sincero; ele jejuou e tomou a comunhão antes de começar o trabalho. O ícone retrata a Rainha do Céu, com os Arcanjos Michael e Gabriel de cada lado, subindo no céu acima do Templo de São Elias. Ela segura Chernobylnik em suas mãos. Duas cápsulas com absinto escolhidas na área de Chernobyl são afixadas nos dois lados do ícone. Sua Beatitude Vladimir abençoou esta imagem de veneração em Chernobyl.

traduzido pelo Google do site - http://www.voskrese.info/spl/chernobyl_1.html

Exibições: 172

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de Elciene Maria Tigre Galindo em 12 dezembro 2017 às 0:31

Gratidão! Assim seja!

Comentário de Roberto Ferraz Silveira Junior em 11 dezembro 2017 às 10:53

Gratidão infinita!

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 11 dezembro 2017 às 10:49

Olá Regina Maria desconhecia esta Nossa Senhora mas partilhei a sua mensagem! 

Veja este vídeo sobre Chernobyl

https://www.youtube.com/watch?v=bv4AoqZsfHs

© 2018   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço