Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Retirado dos Manuscritos de SANTA TERESINHA

DO MENINO JESUS E DA SAGRADA FACE

Ah ! quantos motivos tenho de agradecer a JESUS, que soube satisfazer 

todos os meus desejos !...

Agora, não tenho mais nenhum desejo, a não ser o de amar JESUS loucamente...

meus desejos infantis se foram; sem dúvida gosto de enfeitar de flores o altar do

Menino-Jesus, mas depois que me deu a FLOR que eu desejava, minha querida Celina

(ndr.: sua irmã que entra no Convento) não desejo outra, é ela que Lhe ofereço como

meu mais encantador ramalhete...

...Agora só o abandono me guia, não tenho outra bússola !...Não posso pedir mais nada

com ardor, exceto o cumprimento perfeito da Vontade de Deus acerca da minha alma,

sem que as criaturas possam opor obstáculo.

Ó Madre querida ! Como é suave o caminho do amor. Sem dúvida, pode-se cair, podem

se cometer infidelidades, mas sabendo o amor "tirar proveito de tudo" (de São JOÃO DA CRUZ)

sem demora consumiu logo TUDO o que possa desagradar a JESUS, deixando apenas

uma humilde e profunda paz no fundo do coração...

[...] A Sagrada Escritura e a Imitação (de Cristo) vêm socorrer-me; nelas encontro um

alimento sólido e puro. Mas é sobretudo o Evangelho, que me sustenta nas minhas orações;

nele encontro tudo o que é necessário para minha pequena alma.

Sempre descubro novas luzes, sentidos ocultos e misteriosos...

Compreendo e sei por experiência "Que o reino de Deus está dentro de nós" (Lc 17, 21).

JESUS não tem nenhuma necessidade de livros nem de doutores para instruir as almas.

Ele o Doutor dos doutores, ensina sem ruído de palavras...(cf. IMITAÇÃO DE CRISTO,

título do cap.2 do Livro III). Nunca o ouvi falar, mas sinto que está em mim, a cada instante,

Ele me guia, me inspira o que devo dizer ou fazer. Descubro justamente no momento

em que tenho necessidade das luzes que não tinha ainda visto, que não é mais frequentemente

durante minhas orações que elas são abundantes, é mais no meio das ocupações do meu dia...

Ó Madre querida ! após tantas graças posso cantar com o salmista: "Que o Senhor é BOM, 

que sua MISERICÓRDIA é eterna" (Sl 118(117), 1). Parece-me que se todas as criaturas

tivessem as mesmas graças que eu, Deus não seria temido por ninguém mas amado até

à loucura e que por amor, e não tremendo, nunca nenhuma alma consentiria em Lhe

causar pesar... Entretanto compreendo que todas as almas não podem se parecer, é preciso

que haja diferentes famílias a fim de honrar especialmente cada uma das perfeições de Deus.

A mim Ele deu sua Misericórdia Infinita e é através dela que contemplo e adoro as

outras Perfeições Divinas... Então todas me parecem radiantes de amor, a própria Justiça

(e talvez ainda mais que qualquer outra) me parece revestida de amor... Que doce alegria

pensar que Deus é Justo, isto é que leva em conta nossas fraquezas, que conhece 

perfeitamente a fragilidade de nossa natureza.

De que pois teria eu medo ? Ah ! o Deus infinitamente justo que se dignou perdoar com

tanta bondade todas as faltas do filho pródigo (Lc 15, 21-24.31)

NÃO DEVE SER JUSTO TAMBÉM PARA MIM QUE " ESTOU SEMPRE COM ELE "  ? ...

 

Exibições: 234

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de Silvio Henrique Macedo Oliveira em 5 março 2014 às 7:16

A mim Ele deu Sua MISERICÓRDIA INFINITA, palavras de SANTA TERESINHA !

Comentário de Silvio Henrique Macedo Oliveira em 4 março 2014 às 13:35

SANTA TERESINHA chegou a pintar a Sagrada Face do Sudário de Turim...

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço