Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Informação

IMITAÇÃO DE CRISTO

"Sede santos porque Eu Sou Santo" Lv 11,44

Imitação de Cristo é uma obra da literatura devocional, de autor anônimo, publicada no século XV. Seu texto é um auxiliar à oração e às práticas devocionais pessoais. Alguns o consideram um dos maiores tratados de moral cristã. A obra é atribuida ao padre alemão Tomás de Kempis, já que dos 66 manuscritos 60 trazem a assinatura de Tomás de Kempis, na mais respeitada cópia, conhecida como Kempense, escrita em 1441.

 Tomás de Kempis, também conhecido como Tomás de Kempen, Thomas Hemerken, Thomas à Kempis, ou Thomas von Kempen (Kempen, Renânia, 1379 ou 1380 - 25 de julho de 1471, mosteiro de Saint Agnetenberg, Zwolle), foi um monge e escritor místico alemão. São-lhe atribuidas cerca de 40 obras, o que o torna o maior representante da literatura devocional moderna. Um dos textos que lhe são atribuídos é o Imitação de Cristo, obra de inegável influência no cristianismo.

BAIXE O LIVRO AQUI

Membros: 18
Última atividade: 30 Jun

)

Fórum de discussão

1. Da imitação de Cristo e desprezo de todas as vaidades do mundo - áudio

Iniciado por Regina Maria. Última resposta de Cristina Maria Gomes Moura 23 Fev, 2016. 1 Resposta

I. AVISOS ÚTEIS PARA A VIDA ESPIRITUAL 1. Da imitação de Cristo e desprezo de todas as vaidades do mundo Quem me…Continuar

2. Do humilde sentir de si mesmo

Iniciado por Regina Maria 26 Ago, 2015. 0 Respostas

2. Do humilde sentir de si mesmo Todo homem tem desejo natural de saber; mas que aproveitará a ciência, sem o temor de Deus? Melhor é, por certo, o humilde camponês que serve a Deus, do que o…Continuar

Imitação de Cristo

Iniciado por vanderli fernandes brajato. Última resposta de Antonio Jose Nunes da Silva 25 Maio, 2015. 1 Resposta

                                       Livro Terceiro                                                                   capítulo 18  Como, a exemplo de Cristo, se hâo de sofrer com igualdade de ânimo…Continuar

Imitação de Cristo

Iniciado por vanderli fernandes brajato 12 Abr, 2012. 0 Respostas

                                                                                                                                                            capítulo 10                      Imitação…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de IMITAÇÃO DE CRISTO para adicionar comentários!

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 30 junho 2019 às 1:50

Vídeo: A Festa do Sagrado Coração de Jesus..

https://youtu.be/zNsmT0mPGUY

Vamos aumentar essa comemoração para Nosso Senhor Jesus?

Curta, compartilhe o vídeo com seus amigos e convide eles a fazerem a inscrição nocanal do Sagrado Coração no Youtube.

.Clique aqui para fazer sua inscrição

.

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 junho 2019 às 6:30

www.arquifln.org.br/sites/apostoladodaoracao/wp-content/uploads/sites/2/2013/06/imagem001_iao_1306.jpg?resize=345%2C461" alt="imagem001_iao_1306"/>

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 27 junho 2019 às 6:29

Estamos em festa, nossa grande festa é o próprio Coração de Jesus, digno de todo o louvor.

www.arquifln.org.br/sites/apostoladodaoracao/wp-content/uploads/sites/2/2013/06/imagem001_iao_1306.jpg?resize=345%2C461" alt="imagem001_iao_1306"/>

Pela Fé, entrareis e habitareis no Meu Coração!

Ama-me assim como tu és….

Cuida da Minha honra e das Minhas coisas que
Meu coração cuidará de ti e das tuas coisas.

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 20 junho 2019 às 9:10

A Igreja celebra hoje, 

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 17 junho 2019 às 10:31

Hoje é a Solenidade da Santíssima Trindade, o mistério do amor de Deus

Por Abel Camasca
Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 3 junho 2019 às 10:41
Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 3 junho 2019 às 10:40

10 Conselhos de Santa Margarida para se aproximar do Coração de Jesus..

santa margarida maria

Santa Margarida Maria Alacoque, conhecida como Esposa do Coração de Jesus, deixou alguns conselhos nos aproximarmos do símbolo do Amor de Deus. 

Eles foram essenciais para a vida dEla, assim veio a se tornar merecedora das Promessas do Coração de Jesus, as quais são sempre solenes.

E podem ser essenciais para a vida de muitos…
.

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 1 junho 2019 às 14:04

PÁGINA INICIAL> LITURGIA 02/06/2019

Solenidade da Ascensão de Jesus - C

02 de Junho de 2019



Ler mais: https://musicaliturgica.webnode.pt/liturgia-28-12-13/

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 19 abril 2019 às 21:18

DIVINOS SANTOS: SÃBADO DE ALELUIA

Comentário de Antonio Jose Nunes da Silva em 23 fevereiro 2019 às 10:24

....cont..

“Eu vi satanás cair do Céu como um relâmpago” (Lc 10,18), diz Nosso Senhor no Evangelho. Houve Anjos que se revoltaram e São Miguel os lançou no inferno, na mansão da desgraça incessante, total e inexpiável.

Ora, alguns Anjos não amaram o bem como deveriam. Acometidos pelo mal da indiferença, da indecisão e da moleza, tentando criar uma atmosfera de falsa paz, uniram-se à revolta. Perderam, assim, a luz, comprando também a morte eterna. São os chamados demônios dos ares.

Segundo Plinio Corrêa de Oliveira “são os demônios que não iniciaram a revolta, mas que se deixaram arrastar, e que, como tais, enquanto sendo menos super-péssimos, não foram desde logo lançados no inferno, só vão ser lançados no fim do mundo. Esses ficam pelos ares, não diretamente tentando para a ofensa a Deus, mas criando um estado de espírito propício para o pecado”.1

Estes são os demônios que mais tentam aos religiosos. Como estes  lutam por trilhar o caminho da perfeição, torna-se difícil ao demônio do inferno tentar diretamente ao pecado.  Então, entram em ação os demônios dos ares, criando um estado de espírito medíocre e indolente diante do grandioso panorama da vocação. Assim, pela falta de radicalidade dos bons,  frustram-se os grandes planos de Deus.

Exemplo contrário nos deram os Anjos fiéis. O total amor ao Bem se transformou em indignação e ódio contra o mal e, consequentemente, redundou num ato de suma fidelidade. Tenhamos, pois, um amor ardente e íntegro ao Bem para que a vil indiferença não nos conduza à nossa própria ruína!

CORRÊA DE OLIVEIRA, Plinio. Conferência. São Paulo, 21 jul. 1974. (Arquivo IFTE).

 

Membros (18)

 
 
 

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço