Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

A vida terrena da Mãe de Deus   O evangelista Lucas, que conheceu de perto a Sagrada Virgem Maria, registou a partir das palavras Dela, inúmeros factos importantes relativos aos primeiros anos da Sua…

A vida terrena da Mãe de Deus

 

O

evangelista Lucas, que conheceu de perto a Sagrada Virgem Maria, registou a partir das palavras Dela, inúmeros factos importantes relativos aos primeiros anos da Sua vida. O evangelista Lucas era médico e também pintor, tendo pintado uma imagem da Virgem, ícone a partir do qual outros pintores fizeram outras cópias.

 

O nascimento da Sagrada Virgem Maria

. Quando se aproximava o momento do nascimento do Salvador do mundo na cidade de Nazaré, na Galileia, morava aí um descendente do rei David, chamado Joaquim com a sua mulher, Ana. Ambos eram pessoas reconhecidamente de boa índole e eram conhecidos pela sua compaixão, humildade e generosidade. Joaquim e Ana atingiram uma idade muito avançada, mas não tinham filhos. Este facto entristecia-os especialmente. Mas apesar da idade, eles continuavam a orar incessantemente e a pedir a Deus para que Ele lhes concedesse um filho. Para isso fizeram até uma promessa de que se eles recebessem a dádiva do nascimento de um filho, o destinariam para servir a Deus. Naqueles tempos não ter filhos era considerado um castigo divino pelos pecados cometidos. Joaquim em particular sofria muito com a falta de filhos, principalmente porque, de acordo com a as profecias, na sua família deveria nascer o Messias-Jesus. Pela paciência e fé Deus deu a Joaquim e Ana uma grande alegria: finalmente conceberam uma filha e a Ela foi dado o nome de Maria, o que em hebreu significa: "Senhora, Esperança."

 

A entrada no Templo

. Quando a Virgem Maria completou 3 anos, os seus beneméritos pais prepararam-na para cumprir a promessa fixada por eles: levaram-na a um templo em Jerusalém para que Ela pudesse dedicar a Sua vida a Deus. A Virgem Maria ficou a residir junto ao templo. Aí, Ela e outras companheiras estudavam as leis de Deus e executavam trabalhos manuais, rezavam e liam as Escrituras Sagradas. Junto a este templo a Virgem Maria viveu perto de 11 anos, cresceu, desenvolvendo em si uma profunda compaixão, em tudo entregue à vontade de Deus, imensamente modesta e dedicada em seus esforços. Desejando viver e dedicar-se exclusivamente a Deus, ela fez um voto de não se casar e permanecer para sempre virgem.

 

A Sagrada Virgem Maria e José

. Os já bastante idosos Joaquim e Ana não viveram muito mais tempo e a Virgem Maria ficou órfã. Quando completou 14 anos, Ela não poderia mais continuar, pelas leis, a residir junto ao templo e era necessário que se casasse. O pároco principal, conhecendo o voto por Ela feito, para não o prejudicar, celebrou apenas pró-forma o Seu casamento com um parente distante, que enviuvara na casa dos 80 anos - um ancião de nome José. José comprometeu-se a cuidar Dela e a proteger a Sua condição de Virgem. José vivia em Nazaré. Ele também era descendente da família de David, mas era um homem sem posses e trabalhava como marceneiro. Do seu primeiro casamento José tivera os filhos Judas, Ócio, Simão e Jacób., os quais nas escrituras são denominados "irmãos" de Jesus. A Sagrada Virgem Maria, levava na casa de José a mesma vida modesta e disciplinada que levara antes no templo.

 

A Anunciação

. No sexto mês após a aparição do Arcanjo Gabriel a Zacarias, por motivo do nascimento de São João Baptista, o mesmo Arcanjo Gabriel foi enviado por Deus para a cidade de Nazaré ao encontro da Sagrada Virgem Maria com a feliz notícia que Deus A escolhera para ser a Mãe do Salvador do mundo. O Arcanjo Gabriel surge perante Ela e anuncia-Lhe: "Deus te salve, cheia de graça; o Senhor é contigo. Abençoada és Tu entre as mulheres!" - Ela ao ouvir estas palavras, perturbou-se e começou a pensar que saudação seria esta. O Arcanjo disse-lhe: "Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus, eis que conceberás no teu ventre e darás a luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus. Este será grande, será chamado Filho do Altíssimo e o Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David, reinará sobre a casa de Jacob eternamente e o Seu reino não terá fim."

Maria disse ao anjo: "Como se fará isso, pois eu não conheço varão?" Respondendo o Arcanjo disse-lhe: "O Espírito Santo descerá sobre Ti e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra, por isso mesmo o Santo que há de nascer de Ti, será chamado Filho de Deus. Eis que também Isabel, tua parente, concebeu um filho na sua velhice e este é o sexto mês da que se dizia estéril, porque a Deus nada é impossível." Então disse Maria: "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em Mim segundo a tua palavra." E o Arcanjo afastou-se dela.

 

Maria visita Isabel

. A Sagrada Virgem Maria, após ter recebido do Arcanjo a notícia que a sua parente Isabel, mulher de Zacarias, daria proximamente à luz um filho, apressou-se a ir visitá-la. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Aconteceu que apenas Isabel ouviu a saudação da Virgem Maria, o menino saltou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo e constatou Que sim, a Virgem Maria fora consagrada para ser a Mãe de Jesus Cristo. Exclamou em voz alta "Bendita és Tú entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre. Donde a mim esta dita, que a mãe do meu Senhor venha ter comigo?" Então a Virgem Maria disse: "Minha alma glorifica o Senhor, e o meu espírito exulta em Deus meu Salvador."Porque lançou os olhos para a humilhação da sua serva, portanto eis que de hoje em diante, todas as gerações me chamarão Bem-Aventurada. Porque o Todo-Poderoso fez em mim grandes coisas, o Seu nome é santo. E a sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem. A Virgem Maria ficou a morar durante aproximadamente 3 meses junto a Isabel e depois voltou para sua casa em Nazaré.

Deus informou também José do nascimento de Cristo. O anjo de Deus, apareceu-lhe em sonhos e comunicou-lhe que a Virgem Maria iria ter um filho, por obra do Espírito Santo, como Deus já havia avisado através do profeta Isaías (7:14) e ordenou que Lhe fosse dado o nome de "Jesus, nome que em hebraico significa Salvador, porque Ele salvará as pessoas de seus pecados."

Os acontecimentos seguintes relatados pelo Evangelho, recordam a Virgem Maria ligada directamente aos factos da vida de seu Filho - Nosso Senhor Jesus Cristo. Os factos falam Dela aquando do nascimento de Cristo em Belém, depois na altura da circuncisão, das saudações dos reis magos, da apresentação no templo no 40o dia, da fuga para o Egipto, da residência em Nazaré, da viagem a Jerusalém na Páscoa, quando Cristo completou 12 anos e assim por diante. Estes factos não necessitam de maiores esclarecimentos. Porém é importante destacar que apesar do Evangelho citar a Virgem Maria sucintamente, estas referências demonstram com clareza aos leitores a grandeza da sua condição espiritual: a Sua modéstia e humildade, a Sua enorme fé, paciência, coragem, aceitação da vontade de Deus e total entrega e dedicação a Seu Filho, Filho de Deus. Nós vemos portanto porque foi Ela, pelas palavras do Arcanjo, contemplada para adquirir a graça de Deus.

O primeiro milagre realizado por Jesus Cristo, foi num casamento na Galileia, o qual nos dá com clareza a imagem da Virgem Maria como Defensora perante Seu Filho de todas as pessoas que se encontram em dificuldades. Percebendo a falta de vinho na festa de casamento, a Virgem Maria chama para este facto a atenção de Seu Filho e, apesar de Cristo lhe ter respondido como se se estivesse a esquivar: "O que diz isto respeito a Mim e a Você Mulher? Ainda não chegou a minha hora." Ela, sem se perturbar com esta meia resposta, estando confiante que o Filho não deixaria um pedido Dela sem atenção adequada, disse aos servos: "O que Ele lhes disser, façam!" Como é clara neste alerta aos servos a preocupada compaixão da Mãe de Cristo, para que o iniciado por Ela seja conduzido até um final feliz! De facto, o seu pedido não ficou sem ser atendido e Jesus Cristo realizou aqui seu primeiro milagre, tirando de uma situação constrangedora pessoas que não tinham muitas posses, após o que "acreditaram Nele seus discípulos" (João 2:11).

Os factos seguintes narrados pelo Evangelho mostram-nos a Virgem Maria, permanentemente ansiosa por Seu Filho, acompanhando as Suas viagens e deslocações, próxima Dele em diversas circunstâncias difíceis e preocupada com as condições do seu repouso doméstico e paz, coisas que Ele nunca aceitava ou considerava como desnecessárias. Finalmente, vemo-La em pé e numa indescritível dor junto ao seu Filho crucificado, ouvindo as suas últimas palavras e pedidos (Cristo entregou-A ao seu discípulo preferido, para que cuidasse dela). Nenhuma palavra de queixa ou desespero sai de Sua boca. Ela entrega tudo à vontade de Deus.

Ainda de forma resumida fala-se sobre a Virgem Maria no livro dos Actos dos Apóstolos, quando sobre Ela e sobre os apóstolos no dia de Pentecostes pousa o Espírito Santo em forma de línguas de fogo. Após este facto, segundo a Tradição da igreja, Ela viveu mais 10 ou 20 anos. O apóstolo João, a pedido de Nosso Senhor Jesus Cristo, acolheu-a em sua casa com grande amor, como se fosse Sua mãe, e cuidou Dela até o Seu final. Quando a fé cristã se espalhou por outros países, muitos cristãos vinham de países distantes para A ver e ouvir. Desta época em diante, a Sagrada Virgem Maria tornou-se para todos os discípulos de Cristo uma Mãe comum e um elevado exemplo de conduta a ser seguido.

 

Exibições: 198

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de sky em 21 dezembro 2011 às 11:36

História k não me canso de ouvir ou ler. Grata pela partilha. Feliz Natal!

Comentário de MArlucia Divina da Silva Medeiro em 20 dezembro 2011 às 19:26

‘’Vendo Jesus sua mãe e perto dela o discípulo que ele amava disse à sua mãe: ''Mulher eis ai o teu filho, depois disse ao discípulo: Eis ai tua mãe, e dessa hora em diante o discípulo á levou para sua casa. JOÃO Cap. 19 v 25 a 26

Comentário de MArlucia Divina da Silva Medeiro em 20 dezembro 2011 às 19:12

Li no livro ‘’Nossa Senhora do Pilar’’ de Maurício Savassa  QUE EU GANHEI EM 09/10/96 que após dez anos da ascensão de Jesus, os apóstolos saíram a evangelizar mundo a fora São Tiago fora pra Espanha, em Saragoça  encontrara muita gente de coração duro,então ele desmaiou em  pensou voltar pra Jerusalém nossa senhora que estava presente na igreja em dia de pentecoste não podia deixar a missão de são Tiago  falhar,ela o ajudou aparecendo sobre um pilar e dizendo-lhe;’’meu filho não desanime!’’    na tradução do texto espanhol nossa deveria estar viva ainda. No ano 40 depois de cristo fazia dez anos que Jesus havia morrido, pois o calendário nosso e baseado no seu nascimento e não na sua morte. Nossa senhora e venerada desde 1948 , E lindo isso saber que em vida ela se encontrava em dois lugares em Jerusalém e na Espanha a socorro  de São Tiago. Ela realmente se importa com cada filho, a aliança de dois corações  aos pés da cruz e cumprida’’ mulher eis ai o teu filho, filho eis ai a tua mãe, obs.; ‘’Um filho por vezes esquece uma mãe ,mas uma Mãe jamais esquece de um filho.’’ultima frase e minha.

Li no livro ‘’Nossa Senhora do Pilar’’ de Maurício Savassa  QUE EU GANHEI EM 09/10/96 que após dez anos da ascensão de Jesus, os apóstolos saíram a evangelizar mundo a fora São Tiago fora pra Espanha, em Saragoça  encontrara muita gente de coração duro,então ele desmaiou em  pensou voltar pra Jerusalém nossa senhora que estava presente na igreja em dia de pentecoste não podia deixar a missão de são Tiago  falhar,ela o ajudou aparecendo sobre um pilar e dizendo-lhe;’’meu filho não desanime!’’    na tradução do texto espanhol nossa deveria estar viva ainda. No ano 40 depois de cristo fazia dez anos que Jesus havia morrido, pois o calendário nosso e baseado no seu nascimento e não na sua morte. Nossa senhora e venerada desde 1948 , E lindo isso saber que em vida ela se encontrava em dois lugares em Jerusalém e na Espanha a socorro  de São Tiago. Ela realmente se importa com cada filho, a aliança de dois corações  aos pés da cruz e cumprida’’ mulher eis ai o teu filho, filho eis ai a tua mãe, obs.; ‘’Um filho por vezes esquece uma mãe ,mas uma Mãe jamais esquece de um filho.’’ultima frase e minha.

Li no livro ‘’Nossa Senhora do Pilar’’ de Maurício Savassa  QUE EU GANHEI EM 09/10/96 que após dez anos da ascensão de Jesus, os apóstolos saíram a evangelizar mundo a fora São Tiago fora pra Espanha, em Saragoça  encontrara muita gente de coração duro,então ele desmaiou em  pensou voltar pra Jerusalém nossa senhora que estava presente na igreja em dia de pentecoste não podia deixar a missão de são Tiago  falhar,ela o ajudou aparecendo sobre um pilar e dizendo-lhe;’’meu filho não desanime!’’    na tradução do texto espanhol nossa deveria estar viva ainda. No ano 40 depois de cristo fazia dez anos que Jesus havia morrido, pois o calendário nosso e baseado no seu nascimento e não na sua morte. Nossa senhora e venerada desde 1948 , E lindo isso saber que em vida ela se encontrava em dois lugares em Jerusalém e na Espanha a socorro  de São Tiago. Ela realmente se importa com cada filho, a aliança de dois corações  aos pés da cruz e cumprida’’ mulher eis ai o teu filho, filho eis ai a tua mãe, obs.; ‘’Um filho por vezes esquece uma mãe ,mas uma Mãe jamais esquece de um filho.’’ultima frase e minha.

Li no livro ‘’Nossa Senhora do Pilar’’ de Maurício Savassa  QUE EU GANHEI EM 09/10/96 que após dez anos da ascensão de Jesus, os apóstolos saíram a evangelizar mundo a fora São Tiago fora pra Espanha, em Saragoça  encontrara muita gente de coração duro,então ele desmaiou em  pensou voltar pra Jerusalém nossa senhora que estava presente na igreja em dia de pentecoste não podia deixar a missão de são Tiago  falhar,ela o ajudou aparecendo sobre um pilar e dizendo-lhe;’’meu filho não desanime!’’    na tradução do texto espanhol nossa deveria estar viva ainda. No ano 40 depois de cristo fazia dez anos que Jesus havia morrido, pois o calendá

Comentário de Inocencio Francisco Kroetz em 20 dezembro 2011 às 5:29

Aí está uma prova de Imenso Amor e Dedicação de nossa Mãe para com seu filho o Mestre Jesus, e agora se dedica a todos nós, independente de se acreditamos Nela ou não. Ela é de Todo só Amor.Salve nossa Mãe Maria.Obrigado Paz e Luz

Comentário de Ana Beatriz em 16 dezembro 2011 às 9:05

A história de fé de Nossa Mãe Maria é realmente muito linda! Uma fé inabalável e sempre teve compaixão por todos! Não foi à toa que foi a escolhida para ser a mãe de Nosso Salvador! Salve Nossa Senhora, a Mãe de todos nós!

© 2020   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço