Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Ama-me, assim como tu és! Eu conheço tua miséria, as lutas, as aflições de tua alma, as fraquezas do teu corpo. Conheço também tua covardia, teus pecados e, apesar disso, Eu te digo: "Dá-me o teu coração. Amo-te como tu és!" Se tu esperas nisso: tornar-te um anjo para te entregares ao amor, tu nunca me amarás. Mesmo se também fores covarde no cumprimento de tuas obrigações e nos exercícios das virtudes, mesmo se caíres freqüentemente naqueles pecados que não desejas mais cometer, Eu não te permito não Me amares! Ama-Me, como tu és!

Em cada momento e em qualquer situação em que te encontrares, no zelo ou na aridez, na fidelidade ou infidelidade: "Ama-Me como tu és!" Eu quero o amor do teu pobre coração; pois se esperas até que sejas perfeito, tu nunca me amarás! Não poderia Eu talvez de cada grão de areia criar um Serafim, irradiante de pureza, de nobreza, e de amor? Não sou Eu o todo-poderoso? E se Me agradou deixar aqueles maravilhosos seres no céu, para preferir o teu amor miserável - Não sou Eu o Senhor do Meu amor? Meu filho, deixa-Me te amar. Eu quero o teu coração.

Certamente Eu te transformarei com o tempo, contudo, hoje Eu te amo assim como tu és e Eu desejo, que também tu Me ames assim como tu és. Eu quero do abismo da tua miséria ver o teu amor se elevar. Eu amo em ti também as tuas fraquezas, Eu amo o amor dos pobres e miseráveis. Eu quero que do miserável suba ininterruptamente o grande grito: "PAI, eu te amo!" Eu quero única e somente o canto do teu coração; Eu não preciso da tua sabedoria e dos teus talentos. Uma só coisa é importante para Mim: "Ver-te SER amor!" Não são as tuas virtudes que Eu desejo. Se Eu tivesse que te dar tais virtudes - tu és tão fraco, isto só nutriria o teu amor próprio. Porém, não te preocupes com isso. Eu poderia determinar grandes coisas para ti - não, tu serás o servo inútil, e Eu tomarei de ti até mesmo o pouco que tens, porque Eu te criei só para o amor.

Hoje me ponho mendigo na porta do teu coração - EU SEU PAI! Eu bato e espero! Apressa-te para abrir-te para Mim! Não te desculpes com a tua miséria. Se conhecesses a plenitude da tua miséria, morrerias de dor. O que feriria o Meu coração seria ver que duvidas de Mim e deixas de confiar em Mim. Eu quero, que tu também faças, só por amor a Mim, o mais insignificante ato. Eu conto contigo para que Me proporciones alegria. Não te preocupes se tu não possuis nenhuma virtude - Eu te darei as minhas. Quando tiveres que sofrer, Eu te darei forças para isso. Se tu Me deres o teu amor, dar-te-ei tanto para que entendas o amar muito mais do que possas imaginar. Pensa porém nisso: "Ama-Me como tu és!"

Eu te dei a MARIA. Deixa tudo sim, tudo, para passares através do Seu coração tão puro! Aconteça o que acontecer, não esperes tornar-te santo para te entregares ao amor; talvez tu nunca Me amarias.

- E agora Eis-Me: Ama-Me!

Exibições: 742

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de EDNA CRISTINA FERNANDES em 17 março 2012 às 23:39

GRATIDÃO ETERNA PAI AMADO.GLORIAS E LOUVORES ATI SENHOR!

Comentário de PAULO CELSO DE OLIVEIRA JUNIOR em 17 fevereiro 2012 às 8:47

Oh!!! Pai Amo-te dentro da minha ignorancia, que cada dia diminui diante da tua Luz

Louvado seja as tuas Glorias

Comentário de leila figueiredo de oliveira em 14 fevereiro 2012 às 7:51

Senhor, EU TE AMO! Eu abro as portas do meu coração te dou livre acesso.

Realiza em mim a Tua vontade

Eis me aqui!

Comentário de Maria Amélia Condeço Ameixoeira em 14 fevereiro 2012 às 3:22

Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona e doutor da Igreja Meditações, cap. 37

“Senhor, salva-nos!”

Ó meu Deus, o meu coração é como um vasto mar sempre agitado pelas tempestades: que ele encontre em ti a paz e o repouso. Tu ordenaste aos ventos e ao mar que se acalmassem e, à tua voz, eles amansaram; vem pacificar as agitações do meu coração para que tudo em mim fique calmo e tranquilo, para que eu possa possuir-te, a ti, meu único bem, e contemplar-te, suave luz dos meus olhos, sem perturbação nem obscuridade. Ó meu Deus, que a minha alma, liberta dos pensamentos tumultuosos deste mundo, “se esconda à sombra das tuas asas” (Sl 16,8). Que ela encontre perto de ti um lugar de refrigério e de paz; transportada de algria, que ela possa cantar: “Agora posso adormecer em ti e em ti repousar em paz” (Sl 4,9).

Que ela repouse, te peço meu Deus, que ela repouse das lembranças de tudo o que está por baixo do céu, desperta só para ti, como está escrito: “Eu durmo, mas o meu coração vigia” (Ct 5,2). A minha alma só pode estar em paz e em segurança, ó meu Deus, sob as asas da tua protecção (Sl 94,4). Que ela fique então eternamente em ti e seja abrasada do teu fogo. Elevando-se acima de si mesma, que ela te contemple e cante os teus louvores na alegria. No meio das perturbações que me agitam, que os teus dons sejam a minha doce consolação, até que eu chegue a ti, a ti que és a paz verdadeira.

Comentário de Hilda Juraski Zukovski em 13 fevereiro 2012 às 19:37

Linda mensagem de amor e humildade, Jesus com sua infinita misericórdia, está ao nosso lado o tempo todo, e nós, somos resistentes a esse amor, essa entrega, Senhor! mostra-me com sua luz,a direção.....Eu te amo Jesus!

Comentário de Dulcinea manara iatauro em 13 fevereiro 2012 às 19:03

Eu te amo Jesus da mesma forma que tu me amas meu irmão!

Comentário de Regina Celia Palopole em 13 fevereiro 2012 às 17:26

Obrigada pela mensagem tão linda. Amo muito Jesus, de todo meu coração.

Comentário de Adelita Duanra Arnaud em 13 fevereiro 2012 às 14:28

Jesua eu não sei amar, ensina-me

Comentário de JEAN CARLO STANZYK DA MAIA em 13 fevereiro 2012 às 11:50

Confio em ti, amém.

Comentário de vanderli fernandes brajato em 13 fevereiro 2012 às 11:25

Ó, Grande Espírito!

Assim como o Amor que veio de Ti...

A prece veio do coração.

E ambos são lindos.

É, juntos, eles geram um mantra.

E é em Tua homenagem.

É, simplesmente, uma palavra.

                    Gratidão

                                            Wagner Borges

 

© 2021   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço