Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

 

Eu Sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão

(da mudança radical). Presente com vocês como Anjo da

Passagem, venho com o fim, pela Vibração de Minha Presença,

em sua Presença, no espaço de Minhas palavras, no espaço de Meus

silêncios, no espaço de nossa ressonância, de anunciar o Canto, 

pondo fim às estrofes do sofrimento, abrindo em vocês, o Tempo da Paz.

Tempo de ruptura, onde o que se vai deixa espaço para o que vem.

Passagem do tempo à Eternidade.

Abramos o Tempo da Alegria, abramos o Tempo onde não há mais

tempo. Abramos o Tempo da Eternidade. Neste Templo, o Templo

de nossa Reunião, de nossa Presença, unidos no Uno, na mesma

Liberdade e no mesmo Resplandor, façamos silêncio e abramos os tempos

da Passagem. Tempo da Beleza e da Verdade. URIEL, na última Passagem,

de um Fogo a um outro, esse da Leveza substituindo o da dureza, passando

do Fogo do sofrimento ao Fogo da Liberdade, pela Graça do Amor e

de nossa Presença.    

Assim que, no tempo deste instante, neste momento registrado no

firmamento de nossa Liberdade e no espaço de nosso Silêncio, os

convido à nossa Radiação, cantando a Canção da Ruptura, da Verdade

e da Alegria. Aqui, Aqui e Agora, Ali, entre o Céu e a Terra, Aqui, no

centro do Centro, onde cada um de nós é o centro do Uno e o Centro

do Outro. Em um estado mais além da Comunhão, mais além da Fusão,

no tempo da Passagem e da Dissolução, onde a estrofe do sofrimento

se substitui pelo versículo da Liberdade cantando os louvores, mais

além de todo limite.

Escutemos a ressonância do Silêncio. Éter da Eternidade. Isso É. Na Passagem

de Um ao Outro e do Outro ao Um, nenhum sofrimento, nenhuma dúvida e

nenhuma ausência. Abramos o Tempo da Ruptura. Abramos. Assim, nas

estrofes de nossas Presenças e de nossas danças, empreendamos o

Tempo da Liberdade, o do Júbilo ininterrupto, o do Êxtase e o das Beatitudes.

Cantemos a Liberdade, nossa Fusão e nossa Dissolução. Acolhamos. Passemos.

Para que nada possa se escrever no passado e que nada mais seja peso.

Cantemos os louvores ao Anjo da Passagem, registrados no Centro de cada UM.        

Eu Sou Uriel. Eu Sou o Barqueiro. Eu Sou a Presença que os leva a vocês.

Eu Sou a Presença que ressoa em sua Presença. Eu Sou o Vertedor da

Água do Céu, da Água do Alto, dando o Fogo do Amor.

Portanto neste instante, anuncio o Evangelho da Paz Eterna. Anuncio

o Tempo sem tempo, sem passado e sem futuro, na instância da Eternidade,

na Dança da Liberdade, na Vibração do Coração, aberto ao Fogo e à Água,

à Terra e ao Ar, levando o Coração ao Éter.

Eu Sou Uriel, Anjo da Presença, Anjo da Passagem. Eu Sou o Barqueiro que

os faz passar, se o desejam, do sofrimento ao intenso Absoluto. Eu Sou

o Anjo que põe fim às carências, Sou o Anjo que põe fim à ausência. Eu Sou

o Anjo que acolhe. Venho retransmitir o Arcanjo MIGUEL. Quando Ele haja

arado o Céu e a Terra de sua Presença, então semearemos juntos o que já

está nascido e há germinado. Acolhamo-nos no Canto do Infinito...

Eu Sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão, vindo declamar os

Versículos de Luz. Eu Sou o que verte a Água e o que verte o Fogo,

sustentando sua travessia. Eu Sou URIEL, Anjo da Passagem e os convido

à Festa, a Festa das Luzes.

Amigos e Amados do UNO, Sou URIEL e eu canto a sua Graça.

Na Água e no Fogo da Terra e do Céu, eu saúdo em vocês, aquilo que É.     

Exibições: 68

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

© 2020   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço