Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Evangelho do dia - (Lc 19,1-10) - Hoje a salvação entrou nesta casa

Evangelho (Lc 19,1-10)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

 

Naquele tempo, 1Jesus tinha entrado em Jericó e estava atravessando a cidade.2Havia ali um homem chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos e muito rico. 3Zaqueu procurava ver quem era Jesus, mas não conseguia, por causa da multidão, pois era muito baixo. 4Então ele correu à frente e subiu numa figueira para ver Jesus, que devia passar por ali. 5Quando Jesus

chegou ao lugar, olhou para cima e disse: “Zaqueu, desce depressa! Hoje eu devo ficar na tua casa”. 6Ele desceu depressa, e recebeu Jesus com alegria. 7Ao ver isso, todos começaram a murmurar, dizendo: “Ele foi hospedar-se na casa de um pecador!”8Zaqueu ficou de pé, e disse ao Senhor: “Senhor, eu dou a metade dos meus bens aos pobres, e se defraudei alguém, vou devolver quatro vezes mais”.

9Jesus lhe disse: “Hoje a salvação entrou nesta casa, porque também este homem é um filho de Abraão. 10Com efeito, o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

O Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido- Padre Queiroz

 
Terça - 19 de Novembro de 2013 - Evangelho - Lc 19,1-10
 
Ele queria ver Jesus
O Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido.
Este Evangelho narra o encontro de Jesus com Zaqueu. Ele queria ver Jesus. Não apenas ver. O que aconteceu depois mostrou que Zaqueu queria de corpo e alma ver Jesus.
Ele tinha na frente dois obstáculos: A multidão que o impedia de aproximar-se de Jesus, e a sua baixa estatura.
Correu na frente da multidão e subiu em uma árvore. Pronto, superou os dois obstáculos. Nós encontramos na vida muitos obstáculos que nos impedem de nos aproximar de Jesus. Mas nenhum deles é insuperável; com esforço e criatividade, podemos vencer todos.
Zaqueu expôs-se ao ridículo. Imagine um homem conceituado na cidade, trepado numa árvore! Quando queremos encontrar-nos com Deus, precisamos aproveitar as oportunidades, sem nenhum respeito humano.
Interessante: Zaqueu se interessava por Jesus e Jesus se interessava por Zaqueu. Já antes da cena, Jesus tinha planejado ficar na casa dele. Na verdade, Deus é que prepara as ocasiões para o nosso encontro com ele. Quando vamos a ele com a farinha, ele já vem ao nosso encontro com o bolo pronto!
Deus nos chama pelo nome. Como deve ter sido gratificante para Zaqueu, ouvir Jesus falar o seu nome! “Chamei-te pelo teu nome, tu és meu” (Is 43,1).
“Desce depressa!” Não só da árvore; humilha-te, torna-te simples criatura de Deus, e ele te abraçará.
Zaqueu acolheu Jesus de forma ampla: no seu coração, na sua casa com tudo o que havia dentro: família, pertences... E o resultado foi a alegria.
A nossa conversão tem de ser ampla. Não é possível ser amigo de Jesus e continuar apegado, por exemplo, ao dinheiro. Se um copo tem um líquido e nós despejamos outro líquido em cima, aquele que estava no copo transborda e cai para fora. Assim queremos que Jesus faça conosco; que ele tome conta de nós. Não queremos ser como o jovem rico, que preferiu seus bens ao seguimento de Jesus. O nosso modelo de conversão é Zaqueu.
A crítica dos fariseus -“Ele foi hospedar-se na casa de um pecador!” – converte-se em alegria para nós, pois, mesmo que estejamos cheios de pecados, Jesus poderá vir a nós também. O importante é abrir a nossa porta, mesmo que a casa esteja suja, e dizer a Jesus: entre na minha casa, Senhor, coma e beba, depois nós conversaremos.
Quais os obstáculos que me impedem de um encontro mais profundo com Deus? De que modo estou procurando superá-los? Tenho coragem de devolver quatro vezes mais às pessoas que defraudei, e, se Deus me pedir, de dar a metade dos meus bens aos pobres? O respeito humano tem me impedido de participar mais ativamente da Comunidade cristã?
“Discípulos e missionários de Jesus Cristo, para que nossos povos tenham mais vida nele.” Mesmo que critiquem, nós queremos ir atrás das pessoas afastadas e mergulhadas no pecado como Zaqueu. “O Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido”.
Certa vez, um palestrante sentou-se numa cadeira, agarrou-se com as duas mãos no encosto da cadeira, e fez uma bela oração de entrega a Deus: “Senhor, estou disponível; pode me chamar. Estou aqui, chama-me para qualquer coisa que o Senhor quiser!...” Como que Deus vai chamar uma pessoa nessas condições?!
Quando rezarmos, que larguemos o encosto da cadeira, isto é, que coloquemos sobre a mesa tudo o que é nosso, como fez Zaqueu, como fez Maria, São Frei Galvão, Santa Paulina e tantos outros e outras, até conhecidos nossos, que já morreram!
Maria Santíssima tem um coração que é todo “sim” para Deus, e todo “sim” para nós, seus filhos e filhas. Maria do “sim”, rogai por nós!

O Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido.

Exibições: 2326

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de luiza nazare barreto leite em 19 novembro 2013 às 21:57

Temos Fé em nosso Pai. Que Ele nos abençoe como fez com Zaqueu, se for do nosso merecimento.

Obrigada Regina, por nos ajudar a melhorar o nosso eu. Estudando sempre o Santo Evangelho.

Comentário de gevson teixeira de moura em 19 novembro 2013 às 20:17

No evangelho de hoje, JESUS nos ensina que, nem sempre tudo está perdido, mesmo diante dos nossos pecados, jesus está à frente para perdoar e nos chamar à conversão, nunca é tarde para o chamado do senhor, e é bom, que estejamos preparados, pois a qualquer momento estaremos sendo chamados.

Comentário de AUREA DE FREITAS GOLASZ em 19 novembro 2013 às 15:15

Obrigada por este maravilhoso evangelho.

Comentário de maria de lourdes de farias lima em 19 novembro 2013 às 13:31

boa tarde

           muito bom ter encontro com deus,maria

Comentário de Katia de Alencar Rodrigues em 19 novembro 2013 às 11:37

Que benção poder ler diariamente a homilia .Muito obrigada .É um excelente  estudo biblico diario. Deus lhe abençoe.

 

Comentário de Maria das Candeias Freitas Marti em 19 novembro 2013 às 7:52

Fiquei maravilhada como o Pe Queiroz  foi feliz, ungido e muito iluminado na sua homilia.  Ele nos ensinou a termos  um encontro pessoal com Jesus,  rezando como os Santos, os bem-aventurados, a termos uma verdadeira conversão como o Zaqueu e não agindo como esse palestrante que tinha o dom da oratória mas não se desapegava dos bens materiais, não escancarava seu coração para Jesus,não era totalmente livre, agia como o jovem rico. Vale ressaltar que esse site é uma verdadeira fonte de evangelização,  mais uma vez agradeço a Deus pela homilia do Padre  que fechou com chave de ouro mostrando a diferença de uma oração eficaz... e outra aparentemente bonita mas que não produz frutos, vazia, só de palavras ...

Comentário de ROGÉRIO DAS DÕRES em 19 novembro 2013 às 7:44

É maravilhoso ter um encontro com Jesus.

Comentário de Maria Manuela em 19 novembro 2013 às 7:17

Olá Regina!

Esta evangelização é ótima para todos ...

Acho que nós, como Zaqueu, também queremos o nosso encontro glorioso com Jesus... façamos por isso, no nosso dia a dia. Que Deus nos abençoe a todos...

Obrigada Regina por mais este encontro com Jesus.

Paz e Luz...

Comentário de Marcella Lobo em 19 novembro 2013 às 6:53
Todos os dias um ensinamento! Obrigada!
Comentário de Roseane Valle em 19 novembro 2013 às 6:44

Grata Regina, q Deus te abençõe

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço