Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

ISSO E ASSIM ....(Wagner Borges)___________________ Irmão de senda, por favor, olha para cima e vê o zimbório celeste. Saibas tu que cada estrela é tua irmãzinha. Porque o mesmo Poder que criou a todas elas, também criou a ti. A luz do teu coração vem do Alto e ilumina o teu corpo de argila. O teu corpo pertence ao planeta, mas o teu fogo real é estelar. Tu não nasces nem morres; só entras e sais nas trilhas vitais. Porque essa é a tua natureza: A da LUZ. E tu és mais do que te lembras. O Sopro Vital do Eterno viaja contigo... O que está em cima é como o que está embaixo: o Céu em ti. E o que está embaixo é como o que está em cima: tu mesmo nas estrelas. No milagre de uma só coisa: o equilíbrio em teu coração. Com teu corpo, tu caminhas pelo mundo. E aprendes muitas coisas. E, em espírito, tu viajas pelo infinito; e aprendes mais ainda... E tudo se reúne em teu coração: muitas moradas e muitas vidas. Tu és o somatório de muitas experiências, na Terra e além... No alto ou embaixo, dentro ou fora do corpo, tu és sempre o mesmo. Nada nos mundos transitórios pode tirar tua natureza estelar. E isso sempre foi assim, mesmo que, às vezes, tu te esqueças disso. O fato de aceitares isso ou não, não altera o que tu és. E o tempo se encarregará de tirar o véu de teu esquecimento. Assim como a Sabedoria do Universo te impulsionará para o melhor... Mesmo que, por vezes, tu teimes em negar tua natureza, tu és espírito! E as lições da vida desvelarão o mistério diante de ti, em teu coração. E tu verás que tua inteligência é ínfima diante da Sabedoria do Todo. E teus momentos de arrogância são como bolhas de ilusão no oceano da vida. O Universo te levará onde for preciso... Até que tu descubras a ti mesmo. Até que as correntes, que tu mesmo criaste, se rompam na luz do Eterno. Muitas vezes, tu olhas, mas não vês, porque estás preso à aparência fugaz. Outras vezes, tu ouves, mas não escutas, porque a cera do ego te bloqueou. Ó, quantas vezes tu te afastaste do que te era caro, e abraçaste o nada? E, mesmo assim, não deixaste de ser espírito; apenas te desviaste da rota. E o Céu jamais te condenou! Porque tua natureza estelar é conhecida. O Alto jamais deixou de te amar. Pelo contrário, foste tu mesmo que te afastaste. E, mesmo quando permites que as trevas te traguem, tu ainda és da Luz. E isso é assim. E o tempo e as devidas lições te ensinarão o que for devido. Porque a Inteligência do Todo sabe tudo sobre ti, no alto e embaixo... Porque teu coração é conhecido, bem mais do que tu mesmo imaginas. E a tua jornada é a mesma de todos: em direção à Consciência Cósmica! Irmão, quer tu grites ou esperneies, ainda assim, tu és espírito! E isso é assim... Tu vais e voltas, sob os anseios e ilusões do teu ego. Mas a Luz que habita em ti é sempre a mesma. E, mesmo na tua noite mais sombria, ela continuará em ti. Sim, continuará, bem dentro do teu coração. Porque o Amor nada julga, só ama. E, quando tu te abrires novamente, verás a Luz mais linda de todas: A Luz da Aurora do Todo em ti! Sim, e isso tudo será em teu coração. Porque tu és espírito! Ontem, hoje, e sempre... E isso é assim...

Exibições: 5

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

© 2017   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço