Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Meditação do Solstício Globalmente Sincronizada

Como estamos a entrar nos últimos 6 meses deste ciclo de doze meditações globais, até atingir 21 de Dezembro de 2012, que irá ser a maior meditação global jamais organizada, iremos celebrar, colectivamente, o princípio de uma nova era de Paz, Amor e Harmonia, sem precedentes na Terra, convidamos todos a juntar-se ao décimo primeiro passo de uma série de meditações globalmente sincronizadas, designadas para marcar as celebrações dos 12 últimos solstícios e equinócios antes de 21 de Dezembro de 2012, um momento crucial da mudança da era que está a ser reconhecido e proclamado por muitos como sendo o ponto central de mudança para uma Idade Dourada para a Humanidade e para toda a Vida na Terra.


Cada um dos 12 passos ascendentes para o auge desse ponto de mudança faz parte de um acordar gradual e do processo de recordar para reacender em nós todos a sensação sentida profundamente da nossa Unidade com Tudo o Que É, e permitir-nos assim, percorrer um Caminho Dourado de Luz que nos irá conduzir directamente para uma união de consciência com a Fonte da nossa existência.

O padrão central da totalidade deste processo é a compreensão mais profunda e aguda do facto de que a nossa verdadeira natureza é ser uma alma a viver uma experiência física e a aprender as lições de uma vida nova. Para facilitar este reconhecimento de Quem Nós Somos e a integração profunda dentro da verdadeira matriz do nosso próprio sentido deste facto simples, foi anunciado em 21 de Dezembro de 2009 que seriam partilhadas doze Chaves durante as próximas 12 Meditações dos Solstícios e Equinócios para ajudar a avivar a recordação de Quem Nós Somos. A décimo primeiro chave é oferecida a seguir.

Para iniciar ou para manter este processo reformador de auto-conhecimento, sugere-se que, primeiro, atinjam um estado de profundo sincronismo com o aspecto da alma de cada um de vós, fazendo isso segundo um método ou por um período de tempo que seja mais apropriado para vós. Para alcançar a chave que vai incendiar o Momento da Recordação ao mesmo tempo com todas as outras almas que estiverem a participar nesta Meditação globalmente sincronizada, por favor, assegurem-se que alcançaram esse estádio no momento exacto juntamente com todas as outras almas participantes em todo o mundo.

Recomenda-se que durante a vossa meditação preparatória, antes de chegar o momento do auge, percorram lentamente as seis chaves Lembrança que foram dadas até agora, reafirmando ...

Eu Sou Amor ... Eu Sou Luz ... Eu Sou Paz ... Eu Sou Harmonia ... Eu Sou Compaixão ... Eu Sou Perdão ... Eu Sou Bondade ... Eu Sou Misericórdia ... Eu sou Cura ... Eu sou Alegria ... impregnando todo o vosso ser, com todo o espectro de pensamentos-forma e de sentimentos que cada uma dessas chaves sagrada evocam em vós.

Então, começando exactamente quando a Terra está no auge do ciclo deste solstício, às 23:09 UT (20:09 em quarta-feira 20 de Junho em São Paulo, e 01:09 em quinta-feira 21 de Junho em Lisboa), exprimam do coração da vossa alma a seguinte Chave da Recordação ...

Eu Sou Felicidade

... e repitam mentalmente ou em voz alta, tantas vezes quanto for necessário, para sentirem que impregnaram a totalidade do vosso ser com a compreensão e o reconhecimento completo desta Realidade inquestionável.

Para aprofundarem a vossa compreensão sobre alguns aspectos do que é verdadeiramente a Felicidade, oferecemos a afirmação a seguir para activar esse processo em vós que talvez as palavras não consigam descrever.

Estou a derreter a partir do interior, fundindo-me com a perfeita expressão da Graça que Eu Sou, rendendo-me ao fluxo esplendoroso do Amor que permeia cada aspecto simples da totalidade do meu ser, elevando-me até ao auge da Unidade absoluta pois que todo o todo o sentido residual de separação de Tudo o Que É desaparece, encantado com a felicidade infinita que me invade. Estou profundamente comovido pela beleza indescritível que brilha das profundezas da minha alma e profundamente em paz, em serenidade contemplativa e absolutamente calma, como se o Universo inteiro estivesse a suster a respiração para me ajudar a permanecer centrada neste momento sagrado de êxtase gracioso. Sendo Felicidade, partilhando a Felicidade com Todos, recebendo Felicidade de Todos, é o acto de Amor máximo, porque nada em todo o Universo permanece sem ser tocado por esta experiência sublime que irradia através de mim até ao infinito. Ser Felicidade, partilhar Felicidade com Todos, receber Felicidade de Todos é a acção transcendente do Amor, porque nada em todo o Universo permanece sem ser afectado por esta experiência sublime que irradia através de mim até ao infinito. As palavras e os conceitos apenas tocam fugazmente a periferia, mal aludindo à santidade insondável que realmente é ser Felicidade. Somente o Homem que foi cego durante toda a sua vida e a quem, subitamente, num dia de sol esplendoroso, foi dada a Felicidade de ver o lugar mais belo da Terra, pode perceber como é alcançar um estado perfeito de Felicidade Cósmica. Mas na Verdade, cada alma é dotada da mesma dádiva de Felicidade e tem apenas de render-se ao Amor para alcançá-la.

Nota: Se tiverem dificuldade em abranger completamente o sentido do que acabaram de ler, a lembrança a seguir pode ser útil para vós:

Como certamente sabeis se tentardes entrar num estado de meditação profunda depois de ler o material de um tema tal como o mencionado acima, a única maneira de realmente alcançar uma sensação de Unidade profunda vibrante, a nível de alma, não é tentar recordar, enquanto meditais, tudo o que lestes no tema sugerido para esta meditação. Ter simplesmente uma ideia geral disso na vossa mente, habitualmente é tudo o que é necessário. Contudo, se desejardes usar as palavras exactas para as afirmação sugeridas acima, podeis escrevê-las ou imprimi-las num pedaço de papel e lê-las quando estiverdes prontos para fazer isso durante a meditação.

* * * * * * *

Finalmente, quando te sentires pronto para regressar à tua existência normal de todos os dias, podes concluir esta meditação lendo o seguinte, alto ou dentro do santuário sagrado da tua alma.
 

Eu sou uma alma

Uma centelha divina do Infinito

Que deu nascimento a este Universo.

 

Eu recordo Quem sou

E sirvo o Grande Propósito da Vida

Como Um com Tudo o Que é.

 

Vim aqui com muitas outras almas

Para ajudar na expansão da Luz

Neste vivo planeta Terra.

 

Eu aceito deixar o Amor

Ser o farol orientador da minha vida

E irradiar o Seu brilho em todos os momentos.

 

Eu sou uma alma

E o único propósito da minha existência

É ser Tudo o Que Sou.

 

Assim seja.

e usa o acima mencionado tantas vezes quanto necessário para recordar e reafirmar Quem Tu És.

* * * * * * *


Meditação do Solstício: Décimo Primeiro Passo de um Ciclo de 12 Meditações Globalmente Sincronizadas está arquivada em http://www.EarthRainbowNetwork.com/FocusArchives/Meditacao20Junho20...

Exibições: 94

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

© 2020   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço