Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Vídeo mostra um clérigo muçulmano destruindo uma imagem de Nossa Senhora das Graças

Vídeo que mostra um clérigo muçulmano wahabita destruindo a imagem de Nossa Senhora das Graças e dizendo que na Síria, com a derrubada do regime Assad, não será permitido outra religião que não islâmica.

OREMOS:

 “Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da Terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores”.

Exibições: 320

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de Roseane Valle em 12 abril 2014 às 18:48

Deus me livre isso é fanatismo!!

Que Deus , Jesus e Maria nos proteja!!

Comentário de monica rocha em 4 novembro 2013 às 16:07

Creio que as pessoas já fizeram as suas escolhas, consciente ou inconscientemente. Todos tem livre arbítrio e todos sabem o certo e o errado. Por exemplo: o homem e a mulher sabem que não devem trair, sabem que não devem abortar, sabem que não devem beber em excesso, que não devem usar drogas, que não devem ser sexualmente promíscuos, que não devem praticar qualquer violência contra o próximo e contra a consciência do próximo, porque isso é desamor e desrespeito, sabem que não devem roubar, que não devem ser materialistas e consumistas, que não devem ser avarentos, arrogantes, orgulhosos, prepotentes, que não devem desrespeitar os genitores, sejam eles bons ou maus. Enfim, a humanidade sabem do bem e do mal. Escrevo assim com base no sermão do pe. Wagner, sacerdote redentorista numa missa que participei na última sexta-Feira. Achei a homilia dele esclarecedora e libertadora. Senti-me aliviada. Ele disse mais: que as pessoas fazem o bem ou o mal por gosto próprio, por identificação e afinidade e  contra as escolhas humanas não podemos ir contra, nem Deus, porque Deus respeita a liberdade que Ele nos deu! Portanto, cada um seja o que deseja ser, apenas respeitando o próximo. Para haver respeito ao próximo deve haver leis rigorosas, senão, haverá guerras! Que os muçulmanos sejam proibidos, nos países de outras religiões, de praticarem a sua fé, já que não respeitam a dos outros, nos países onde são maioria. Simples assim! Dai aos muçulmanos o que é dos muçulmanos e aos cristãos e outras denominações o que lhes pertence! Quero ver se eles conseguirão sobreviver, totalmente isolados do  resto da humanidade!!! Retiremos dos seus países tudo que não lhes pertencem, que eles não criaram e os deixemos entregues a si mesmos, já que são fanáticos, obtusos na fé e não manifestam o amor de Deus na sua maneira de ser! Deveria haver um boicote mundial aos muçulmanos, até tomarem jeito! É assim que penso. Eles nos agridem e desrespeitam demais e a muitos séculos! Chega,né?

Comentário de Nilda Maria Calmon Ribeiro Scaff em 30 outubro 2013 às 23:39

Que Nossa amada Mãe tenha piedade desse ignorante!

Comentário de luiza nazare barreto leite em 30 outubro 2013 às 19:07

Precisamos continuar orando pela Paz na Síria, não só na Guerra. Mas Paz nos corações dos Homens.

Se não houver Paz e Amor no coração dos Homens, a Guerra vai continuar. Peço toda noite, PAZ ! Paz em todos os países em guerra, mas principalmente que o Manto de Maria Santíssima nos cubra de Amor!

Comentário de Dulcinea manara iatauro em 29 outubro 2013 às 19:23

Senhor, tende piedade de nós e do Mundo inteiro

Comentário de Andréa Santiago de Freitas em 29 outubro 2013 às 19:04
Derrama todo amor e perdão sobre toda a humanidade,nossa amada Mãe Santíssima!!!
Comentário de Maria Aparecida Ricardo em 29 outubro 2013 às 18:40

Nossa Senhora das Graças, envie graças ao Planeta Terra inteiro, amém!

Comentário de Maria Helena Francisco Vila em 29 outubro 2013 às 17:29

AMÉM

Comentário de Maria Tereza V. Machado em 29 outubro 2013 às 17:06

Pai perdoa, eles não sabem o que fazem...

Comentário de Vladimir Galvão Martins em 29 outubro 2013 às 15:29

Todavia, é bom lembrar que isto é peculiaridade do credo muçulmano e não é um caso isolado. Que sirva de reflexão para os defensores ardorosos do ecumenismo.

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço