Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Uma Peregrina Mariana no Reino da Luz 1

O ano de 1992 foi muito forte para mim e neste livro - esgotado, disponível apenas em sebos - eu conto o processo que despertou em mim esta Alma Mariana. 

Naquele ano sei que fui "contatada" por Nossa Mãe Maria e por Anjos que me indicaram - para minha surpresa   o caminho da Igreja Católica. Confesso que fiquei muito surpresa com a indicação já que sempre dei as costas para coisas de Igreja e fugia de padres e freiras. Aquela não era "a minha praia", pensava. Eu era universalista, editava um jornal (NAVE), tinha amigos Hare Krishna, espíritas, teosofistas, ufólogos, de todas as religiões - menos cristãos, etc...

Mas...sob estado de graça fui para a Igreja e reconheci que dali provinha o "chamado"; sob a proteção de Nossa Senhora da invocação Auxiliadora e as bençãos de Nossa Senhora de Lourdes.

Lá em Niterói, na Catedral de Nossa Senhora Auxiliadora (onde fora batizada e fizera aos 11 anos a primeira comunhão) eu passava horas...diante do altar de Nossa Senhora de Lourdes. Comprava flores, ornamentava o altar...sentindo-me protegida e amada por Ela.

Em casa, comprei uma imagem de Nossa Senhora e ficava rezando o terço, que aprendi por mim mesma já que ninguém que eu conhecia sabia rezá-lo.

Passei a ir a missa todos os dias - e eu comungava. Não sabia que, por não estar casada na Igreja, não podia comungar; que tinha que confessar, etc etc.

Comprei muitos livros católicos e entendi que precisava confessar. E cadê coragem? Eu ainda tinha um bloqueio com Padres. Sei que consegui superar o bloqueio e fui confessar. Foi quando soube que não poderia comungar porque não tinha o sacramento do matrimônio!

Nossa...senti-me rejeitada pela "instituição", achei um absurdo! Mas obedeci e comecei a providenciar meu casamento religioso, que consegui apenas em 26 de agosto de 1993, em Goiânia, na catedral de Nossa Senhora Auxiliadora!

Lembro que continuava participando de tudo, sem a comunhão, e que o meu primeiro Rosário em grupo foi rezado em outubro de 92, na Igreja, onde eu era uma continha deste Rosário! Fui até o altar recitando a Ave-Maria junto com os outros devotos. No caminho minha mente perguntava: "o que é isso que está acontecendo comigo?"


Em outra ocasião fui convidada, após a missa, para fazer "Adoração do Santíssimo". Eu pensei: não sei o que  é Santíssimo mas vou". E quando entrei na Capela do Santíssimo e vi no altar aquele objeto desconhecido, procurei entender o que era. Olhei...parecia um Sol e era lindo...peraí...dentro tem uma Hóstia! Ah...adoração de uma Hóstia! Todos estavam ajoelhados. Por que? E no coração veio a resposta: porque ali está JESUS!

Entre os amigos, eu era questionada. Falavam da inquisição, riquezas do Vaticano, etc...como eu podia estar dentro disso? Mas eu não via nada disso. A Igreja que eu estava vendo era a Celestial. E  eu estava com Minha Mãe Celestial!

Um dia Minha Mãe me disse que eu deveria sair de Niterói com a família e ir para outra cidade. Era Pirenópolis! Quando cheguei e conheci a cidade fiquei encantada! A Padroeira era Nossa Senhora do Rosário e seu primeiro nome foi Minas de Nossa Senhora do Rosário. Eu estava num lugar cheia de Minas de Nossa Senhora!

Chegamos aqui em 1993, para morar numa casa indicada por Ela, na Rua Pireneus, numero 33. Foi no dia 1 de janeiro de 93 que saímos de mudança, chegamos em 2 de janeiro, e quando me coloquei em oração vi uma Âncora. Estávamos Ancorados em Maria!

Bom, no livro acima, eu conto em detalhes esta trajetória, até o dia da chegada. Agora, se conseguir, quero continuar a história neste blog de Ave Luz.  Estou aqui em Pirenópolis há 20 anos e sinto-me recém chegada - depois direi porque.

Uma certeza eu tenho - Nossa Mãe Maria confiou-me um serviço que - até o momento - não fui capaz de excecutá-lo. Não por falta de Graça - pois nunca faltou - mas por fraqueza e miserabilidade mesmo.

Mais tarde continuo o relato. A peregrina hoje não é aquariana, mas Mariana!

Alegria sempre!

Exibições: 344

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de RUTEMAR MATHEUS DOS SANTOS MARTI em 6 junho 2013 às 18:47

REGINA, A HISTÓRIA DE SEU CHAMADO POR MÃE MARIA, ME COMOVEU, PORQUE TENHO SENTIDO CADA DIA, MAIS VONTADE DE ORAR E ME CONSAGRAR A MÃE MARIA. MÊS DE MAIO, QUE FOI O MÊS DELA, EU FIZ UM ALTARZINHO, NA CASA PEQUENA QUE ESTOU MORANDO, ENQUANTO MINHA CASA AQUI ESTÁ CONSTRUINDO, E EU NÃO TROUXE MINHAS IMAGENS DE MÃE MARIA, PQ TENHO VÁRIAS, ATÉ PORQUE NÃO TENHO ESPAÇOS, NÃO QUERO FURAR AS PAREDES DA CASA, POR 4 MÊSES, E FALTA SÓ UM MÊS, P/ E IR P/ MINHA CASA. EU TENHO QUE TER MEU ALTAR EM CASA, DESDE PEQUENA, PQ MEU AVÓS, POR QUEM EU FUI CRIADA, E FICAVA MUITO COM ELES, MESMO DEPOIS DE IR MORAR COM MEUS PAIS, TINHAM O HÁBITO DE REZAR O ROSÁRIO, AS 18:00HS, E EU FUI ACOSTUMADA COM ESTA PRÁTICA DE ORAÇÃO. MESMO , DEPOIS, PASSANDO A ESTUDAR OUTRAS FILOSOFIAS, TEOSOFIAS, NUNCA CONSEGUI ME AFASTAR DAS MINHAS IMAGENS E DE FAZER MINHA CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA, ANTES DE DORMIR , E COMO USO O ESCAPULÁRIO DE NOSSA SENHORA DO CARMOS, PQ ERA ESTA A IMAGEM QUE MEU AVÔ, TINHA NO NOSSO ALTARZINHO, E ERA EU QUEM CUIDAVA DE COLOCAR MINI ROSAS, NELE, E DE ASCENDER A LAMPARINA, TODOS OS DIAS. MEU AVÔ DEIXAVA, PQ EU PEDIA., ANTES DO TERÇO. EU TB NASCI NO DIA DA FUNDAÇÃO DO CONVENTO DO CARMO, EM SANTOS, QUE FOI EM 24/04/1590. EU ESTAVA MORANDO LÁ, QD O CONVENTO FEZ 400 ANOS. EU TB TENHO CERTEZA, QUE MEU AVÔ, QUE DEU AULAS NESTE COLÉGIO DO CARMO, FOI VICE-DIRETOR ( ANTES SEMINARISTA), TINHA TANTA FÉ NA NOSSA SENHORA DO CARMO, QUE EU FUI CONCEBIDA NESTE DIA, DA FUNDAÇÃO DO CONVENTO,SÓ QUE EM 1952, QD ELE TINHA SE APOSENTADO, HÁ 2 ANOS. E FUI MORAR COM ELE COM 1O DIAS, PQ MEUS PAIS TRABALHAVAM FORA, E NÃO TINHAM CONDIÇÃO DE MINHA MÃE FICAR EM CASA PARA ME CUIDAR. FOI ASSIM, QUE CRESCI, SEMPRE DEVOTA DE MÃE MARIA, ESTUDEI EM COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, EM BRAGANÇA, PAULISTA, MAS VOLTEI A SANTOS PARA ESTUDAR NO "COLÉGIO NOSSA SENHORA DO CARMO", ONDE TINHA A FÉ E FOTO DE MEU AVÔ, IMPREGNADO EM MEU CORAÇÃO. MEUS FILHOS NASCERAM EM DIAS CONSAGRADOS A MÃE MARIA: 27/11/ FILHA-ABENÇOADA POR NOSSA SRA.DAS GRAÇAS- 12/12-FILHO-ABENÇOADO POR NOSSA SRA DE GUADALUPE. MINHA FILHA TEM UM FILHO DE 13/05-NOSSA SRA DE FÁTIMA...PORTANTO, TENHO EU MINHA CONVICÇÃO, DE QUE FUI ABENÇOADA PELA MÃE, PQ EU QUERIA MUITO SER MÃE, E ELA ME DEU OS FILHOS QUE TENHO E NETOS MARAVILHOSOS.SOU DEVOTA DE MÃE MARIA, AFILHADA DE NOSSA SRA APARECIDA, OFERECIDA POR MINHA MÃE, POR MADRINHA ESPIRITUAL. TENHO MUITA FÉ EM JESUS,MARIA E O CRIADOR...SÃO MINHA FORÇA DE VIDA E LUZ! OBRIGADA, POR SEU BLOG, DE TANTAS INDICAÇÕES E POSTAGENS, TÃO RICAS, EM CRISTO CÓSMICO!

Comentário de Maria Natividade de Jesus Barata em 17 março 2013 às 12:01

Obrigada pela partilha. É sempre maravilhoso estar em contacto com pessoas que estão no caminho de Luz e que são companheiros desta caminhada (por vezes menos fácil) mas que com fé em Maria Mãe

se vai estendendo cada dia mais um pouco e mais luminoso. por favor continue a partilhar pois caminhando  com companhia torna-se mais fácil .Obrigada.

Comentário de Maria Amélia Condeço Ameixoeira em 17 março 2013 às 11:47

Querida Fada San. Obrigada por partilhar este pedaço do seu caminhar para junto da Igreja católica, com a protecção de Nossa Senhora do Rosário. Eu sou portuguesa e desde pequena muito devota de Nossa Senhora de Fátima. Nossa Senhora do Rosário de Fátima. A quedida mãe está sempre disposta a cuidar de nós, quando o permitimos. Quando descobrimos a vivência em Jerusalém Celestial, quando percebemos que estamos no Mundo, mas não somos deste Mundo, fica mais dificil e interacção com as outras pessoas dos locais onde vivemos. Nós somos diferentes, mesmo. A nossa caminhada é para a luz. O caminho é a Santidade. Muito árduo, mas meta alcancável, com a ajuda da Nossa Mãe Maria, que é o caminho mais fácil de chegar ao Seu Divino Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. Muitas bençãos de luz e continue partilhando tudo conosco. É muito bom.

Comentário de valdete Severo da Costa em 17 março 2013 às 10:03

Que Maria lhe abençõe sempre

Comentário de Roseane Valle em 16 março 2013 às 18:39

Muito lindo seu relato Regina Sylvia!!

Que a Virgem Maria lhe cubra de bençãos sempre!

Comentário de Eliakin Willian do Couto em 16 março 2013 às 18:05

..... e sinta o AMOR que está em você e que move o coração de Deus e da Virgem e também nosso....

Comentário de Eliakin Willian do Couto em 16 março 2013 às 17:59

Regina quero lhe dizer algo... pois praticamente me vi em sua história... mas algo que me marcou, foi todo esse cuidado de Deus com sua alma, com sua vida e com sua missão.
Pois minha cara através de sua simplicidade e mesmo não entendo algumas coisas, através de você muitos se reanimam, muitos voltam de onde havia parado ou até mesmo nem conheciam o caminho, a conversão é sempre um estágio, é a cada dia... através de nossa busca diária ela acontece mas os frutos de conversão vem somente na medida em que temos para AMAR, e uma coisa posso lhe afirmar, embora eu seja ou seu conhecido mais novo ( eu acho) o AMOR é o que move você, o AMOR que está em você gera em nós AMOR, pois se você hoje compartilha sua historia conosco é por causa do VERDADEIRO AMOR que "fisgou" o seu coração. E Jesus não pede nada a mais do que AMAR, se você ficar com duvidas sobre algo em sua vida, analise e sinta o AMOR que está em você e que

Comentário de Regina Maria em 16 março 2013 às 17:39

Grata pelos comentários, minhas irmãs queridas. Estou feliz em saber mais de vocês e de suas experiências com Nossa Mãe. Aliás o objetivo dessa postagens - e outras que se seguirão - é "trocarmos figurinhas" ! beijos.

Comentário de Celia Regina em 16 março 2013 às 16:46

Nossa... que coisa mais linda este seu relato minha irmã querida.  A sua entrega à nossa Amada Mãe Divina é de tamanha grandeza que me emociona. Quando eu acessei pela primeira vez seu blog no Anjo de Luz, e li que você era uma "devota livre de Maria", eu gostei tanto que me identifiquei de imediato. Nossa Senhora é simplesmente maravilhosa na vida de todos nós. E se Ela lhe confiou algo além do que você já faz, não tenho dúvidas que no momento certo acontecerá. Enquanto isso vamos acompanhando seus escritos. É um prazer ler sobre sua devoção que nos une ao coração de Nossa Mãe com essa leveza e alegria. 

Amor e Luz, sempre!

Célia

Comentário de Meire em 16 março 2013 às 16:37

Regina, fiquei pasma com o seu relato.

Quantas bênçãos a Mãe te deu ao despertá-la. Eu sigo uma relegião não a católica mas fui criada dentro do catolicismo, vi tantas coisas ali que fiquei profundamente com aversão a padres, freiras etc etc...no entanto, desde que me entendo por gente, sempre senti um amor indescritível por Mãe Maria, e sempre que oro o terço ou outra prece dedicada à ela, não sei o p q  mas choro muito.

Que a Imaculada Mãe do Mestre Jesus Cristo esteja sempre com vc e sua família.

abs

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço