Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

 

 

A ALEGRIA NÃO VEM, NÃO NASCE DAS COISAS QUE SE TEM! A ALEGRIA NÃO É A EMOÇÃO DE UM MOMENTO, É UMA OUTRA COISA!

“Quando eu entrei, vi aquilo que havia escrito. E queria vos dizer uma palavra e a palavra é alegria. Sempre onde estão os consagrados, os seminaristas, as religiosas e os religiosos, os jovens, tem alegria, sempre existe alegria.. É a alegria do frescor, é a alegria de seguir Jesus; a alegria que nos dá o Espírito Santo, não a alegria do mundo. Existe alegria. Mas onde nasce a alegria? Nasce.....Mas sábado à noite volto pra casa e vou dançar com meus antigos companheiros? Disto nasce a alegria? Para um seminarista, por exemplo, não? Ou sim?

Alguns dirão: a alegria nasce das coisas que se tem, e então, temos a busca do último modelo de smartphone, o scooter mais veloz, o carro que chama a atenção....Mas eu vos digo, verdadeiramente, que me faz mal quando vejo um padre ou uma irmã com um carro último modelo: não se pode! Vocês já pensaram numa coisa destas? Mas, então Padre, nós devemos andar de bicicleta? É boa a bicicleta! Monsenhor Alfred anda de bicileta: ele vai de bicicleta. Eu sei que o carro é necessário porque se deve trabalhar tanto e para deslocar-se daqui e dalí.....mas peguem um carro mais humilde, eh? E se você gosta daquele belo carro, pense a quantas crianças morrem de fome. Somente isto!

A alegria não nasce, não vem das coisas que se tem! Outros dizem que das experiências mais extremas se pode sentir um calafrio das sensações mais fortes: agrada à juventude andar sobre o fio da navalha, agrada mesmo! Mas, olhem....Outros ainda pela roupa que está mais na moda, do divertimento nos locais mais badalados: mas eu não estou dizendo que as irmãs vão a estes locais, falo isto dos jovens em geral; outros ainda do sucesso com as namoradas ou namorados, passando, quem sabe de uma a outra e de um ao outro. E esta insegurança do amor, que não é seguro: é o amor colocado à prova. E poderíamos continuar...Também vocês tem contato com esta realidade que não podem ignorar.

Nós sabemos que tudo isto pode satisfazer algum desejo, criar alguma emoção, mas no final, é uma alegria que permanece na superfície, não desce no íntimo, não é uma alegria interior: é a emoção de um momento que não torna realmente felizes. A alegria não é a emoção de um momento: é uma outra coisa!"

PAPA FRANCISCO (Encontro com Seminaristas, noviços, noviças 7.06.2013)

 

Exibições: 107

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

© 2020   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço