Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

Evangelho do dia - (Mt 4,18-22) - Dia de Santo André

Evangelho (Mt 4,18-22)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

 

Naquele tempo, 18quando Jesus andava à beira do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores. 19Jesus disse a eles: “Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens”. 20Eles imediatamente deixaram as redes e o seguiram. 21Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam na barca com seu pai Zebedeu, consertando as redes. Jesus os chamou.22Eles, imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Imediatamente deixaram as redes e o seguiram. Padre Queiroz

30 de Novembro - Evangelho - Mt 4,18-22
Imediatamente deixaram as redes e o seguiram.
Hoje é com alegria que nós celebramos a festa do Apóstolo Santo André. Ele nasceu em Betsaida, na Galiléia. A vocação de Santo André está narrada no Evangelho acima, que é próprio da festa dele.
O Evangelho narra Jesus chamando quatro Apóstolos: Simão Pedro, André, João de Tiago.
Como é bom ser chamado por Deus! Nós também somos chamados. Todos sem exceção, porque, se fomos criados por Deus, é porque ele tinha em mente uma vocação para nos dar.
Nós admiramos a resposta pronta dos quatro. Pronta e decidida, porque todos eles perseveraram até a morte. Chama a nossa atenção também as renuncias deles, para poderem seguir a Jesus: deixaram bens materiais como redes, barcos, deixaram a família... e ganharam cem vezes mais.
Outro detalhe importante é que todos estavam trabalhando. Deus gosta de chamar quem está trabalhando, porque vocação é trabalho. Quem não gosta de trabalhar, não vai perseverar no chamado de Deus.
Inclusive, Jesus não os tirou do trabalho; apenas mudou um pouquinho: Pedro e André estavam pescando, tornaram-se pescadores de homens. Tiago e João estavam consertando as redes, continuaram cuidando da grande rede que é a Igreja.
Santo André é citada várias vezes nos Evangelhos. Jo 6,5-12 narra que um dia havia uma grande multidão ouvindo Jesus. Como estava ficando tarde e estavam longe de qualquer povoado, Jesus perguntou a Filipe: “Onde vamos comprar pão para todo este pessoal? Filipe respondeu: Nem duzentos denários de pão bastariam para dar um pedacinho a cada um! André, irmão de Simão Pedro, disse: Está aqui um menino com cinco pães de cevada e dói peixes. Mas, que é isso para tanta gente?... Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu aos que estavam sentados, tanto quanto queriam. E fez o mesmo com os peixes.” Resultado: todos comeram e ainda sobraram doze cestos.
Veja a grande diferença entre as duas atitudes: a de Filipe e a de André. Filipe disse que não tinha jeito de resolver o problema; André, apesar de ver a desproporção entre o que ele tinha e o necessário, apresentou a Jesus o que ele tinha, e Jesus multiplicou. Deus gosta de multiplicar as coisas, depois que demos o primeiro passo, apresentando-lhe o pouco que temos.
Que Santo André nos ajude a imitá-lo, não só em relação a alimento, mas a tudo. É só apresentar o pouquinho que temos ou que podemos, Deus multiplica. Deus profere que o primeiro passo na solução dos problemas seja dado por nós.
Cada vez que há um problema para resolver em nossas Comunidades, aparecem as duas reações: a de Filipe, negativa, e a de André, positiva.
André apresentou a Jesus aqueles cinco pãezinhos, jogando no escuro, porque ele não sabia o que Jesus ia fazer. A fé consiste exatamente nisso: dar um passo no escuro, caminhar como se visse o invisível.
As nossas famílias, as nossas Comunidades e o nosso bairro estariam bem melhores se nós apresentássemos os nossos cinco pãezinhos. As pastorais costumam fazer isso, e maravilhas acontecem.
Diz a tradição que Santo André foi um Apósstolo zeloso e um grande pregador do Evangelho. Ele pregou em muitas regiões, e finalmente morreu crucificado na Acaia, que é um município da Grécia, localizado na fronteira do País.
Assim como chamou a Santo André, Deus nos chama a todos nós, neste tempo do advento, para darmos um passo à frente na vida cristã. Cada um de nós vai escolher o setor para dar esse passo: a família, a Comunidade, a vida na sociedade...
Havia, certa vez, um rapaz que todos os dias ia para o trabalho de trem. Em determinado lugar, o trem passava por um longo e alto viaduto, onde se podia ver o interior de alguns apartamentos de prédios localizados ao lado da avenida.
Começou a chamar a atenção do rapaz uma senhora idosa que sempre que ele passava, ela estava deitada sobre uma cama. A senhora certamente convalescia de alguma enfermidade, era o que ele pensava.
Em um domingo, o jovem resolver visitar aquela mulher. Comprou um belo presente e levou para ela. Logo ao chegar, contou-lhe que a via todos os dias pela janela do trem. Descobriu que ela morava apenas com uma neta que trabalhava durante o dia.
Para surpresa sua, na segunda-feira, quando ele passou ela estava sorrindo e acenando para ele, apesar de não o distinguir, devido à sua vista fraca.
O gesto de amor do moço deu ânimo àquela senhora e jogou mais luz na sua vida. Este rapaz teve um gesta parecido com o de Santo André, tanto ao respondeu ao chamado de Jesus, como na cena da multiplicação dos pães.
Maria Santíssima era também uma mulher de muita fé, o que a levava a tomar iniciativas. Uma cena parecida com esta da multiplicação dos pães é a das Bodas de Cana. Santa Maria e Santo André, rogai por nós.
Imediatamente deixaram as redes e o seguiram.

Padre Queiroz

Santo André - Apóstolo e mártir

~ 30 de novembro: Dia de Santo André ~

Entre os Doze apóstolos de Cristo, André foi o primeiro a ser Seu discípulo. Além de ser apontado por eles próprios como o "número dois", depois somente de Pedro. Na lista dos Apóstolos, pela ordem está entre os quatro primeiros. Nascido na Betsaida, morava em Cafarnaum (Mc 1,21), era discípulo de João Batista, filho de Jonas de Betsaida, irmão de Simão-Pedro e ambos eram pescadores, no mar da Galiléia (Mt 6,18; Mc 1,16).

Foi levado por João Batista à verde planície de Jericó, juntamente com João Evangelista, para conhecer Jesus. O visionário profeta ao ver passar Jesus, O indicou e disse a célebre frase: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo". André se emocionou ao ouvir semelhante elogio e foi atrás de Jesus que se voltou e lhes disse: "O que procuram?". Eles lhe disseram: "Senhor: onde vive?". Jesus lhes respondeu: "Venham e verão". Eles foram e passaram com Ele aquela tarde. E André então começou a segui-lO.

Depois André levou o irmão Simão-Pedro a conhecer Jesus, afirmando: "Encontramos o Messias" (Jo 1, 41). Assim, se tornou também o primeiro dos apóstolos a recrutar novos discípulos para o Senhor. André aparece no episódio da multiplicação dos pães, que depois da resposta de Felipe, indica a Jesus um jovem que possuía os únicos alimentos ali presentes: cinco pães e dois peixes (Jo 6,8-9).

Pouco antes da morte do Redentor, aparece o discípulo André ao lado de Felipe, como um de grande autoridade. Pois, é a ele que Felipe se dirige quando certos gregos pediram para ver o Senhor, e ambos cotaram a Jesus(Jo 12,20-22).

André participou da vida publica de Jesus, estava presente na Última Ceia, viu o Cristo Ressussitado, testemunhou a Ascenção e recebeu o primeiro Pentecostes. Ajudou a sedimentar a Igreja de Cristo, a partir da Palestina, porém não se sabe com exatidão as localidades e regiões por onde pregou.

Alguns historiadores citam que depois de Jerusalém foi evangelizar na Galiléia, Cítia, Etiópia, Trácia e, finalmente na Grécia. Nessa última, formou um grande rebanho e pôde fundar a comunidade cristã de Patras, na Acaia, um dos modelos de Igreja nos primeiros tempos. Mas foi alí também que acabou martirizado nas mãos do inimigo, Egéas, governador e juiz romano local.

André ousou não obedecer à autoridade do governador, ao contrário, o desafiou a reconhecer em Jesus um juiz acima dele. Mais ainda, clamou que os deuses pagãos não passavam de demônios. Egéas não hesitou o condenou à crucificação. Para espanto dos carrascos, aceitou com alegria a sentença, afirmando que se temesse o martírio não estaria "pregando a grandeza da Cruz, onde morreu Jesus".

Ficou dois dias pregado numa cruz em forma de "X", antes, porém se despojou de suas vestes e bens, doando-os aos algozes. Conta a tradição que, um pouco antes de André morrer, foi possível ver uma grande luz envolvendo-o e apagando-se a seguir. Tudo ocorreu sob o império de Nero, em 30 de novembro do ano 60, data que toda a cristandade guarda para sua festa.

O imperador Constantino trasladou em 357, de Patos para Constantinopla, as relíquias mortais de Santo André, Apóstolo. Só no século XIII elas foram para Roma, onde permanece até hoje, na Catedral de Amalfi. Santo André Apóstolo, é celebrado como padroeiro da Rússia e Escócia.


Oração a Santo André Apóstolo e Mártir

Ó Deus, que o cristianismo exulte sempre
no constante louvor do Apóstolo Santo André,
para que, sustentada por sua doutrina e intercessão,
seja fiel a seus ensinamentos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho,
na unidade do Espírito Santo.
Amém!

Oração a Santo André

Santo André, Apóstolo de Jesus Cristo,
que conheceste a exigência
e a alegria de seu primeiro apelo,
dá-nos a graça de responder-lhe
com a mesma fidelidade,
de O servir cada dia
no lugar que Ele para nós escolheu.

Tu que distribuíste à multidão faminta
o pão que o Senhor multiplicava em tuas mãos,
obtém para nossa pobreza o mesmo milagre.
Faze que esperemos o socorro de Deus
com a invencível esperança do amor,
preocupados unicamente
com o advento de seu Reino.

Testemunha da boa-nova
que tua voz levou até as extremidades da terra,
conserva nos apóstolos de nosso tempo
esta fé viva que transporta montanhas
e constrói o Reino.

Mártir de teu testemunho,
concede-nos a graça de união à Cruz de Jesus Cristo;
que ela seja a alegria de nossa vida
e o penhor de nossa ressurreição na claridade de Deus.
Amém!

 

Exibições: 359

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço