Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

A oração que tem poder é aquela dirigida à Deus


Jovens devemos fazer nossas orações com poder! Mas como? Toda oração que é feita não é dirigida a Deus?


Respondo jovens: Não!

Tem muita oração sendo feita tanto em público quanto no quarto de escuta, em particular, que não é feita a Deus. É feita ao nada… a pessoa fecha os olhos para orar e se põe a imaginar um montão de coisas, enquanto ora ou é guiada por outros em oração. Entra-se no quarto, fecha-se a porta e inicia a oração… mas a pessoa pensa:

“Estou sozinha aqui… estou falando comigo mesma…”.

Para que a oração seja realmente feita a Deus, dirigida a Deus, é preciso, primeiro, que a pessoa tenha uma aproximação consciente de Deus – uma compreensão clara de que quando ela orar, Deus estará se inclinando para ouvir.

Muitas vezes não oramos conscientemente a Deus porque nossa mente ficaocupada com aquilo que precisamos, ocupada com aquilo que queremos pedir.

Freqüentemente não nos ocupamos com Aquele a quem estamos orando, mas com aquilo que queremos. Não há poder nesse tipo de oração. Mas quando realmente nos colocamos na presença de Deus, tomando consciência de que nos encontramos com Ele, espiritualmente face a face, então há poder!

Então, se quisermos orar com poder, a primeira coisa que devemos fazer é realmente nos colocarmos, conscientemente, na presença de Deus.

Antes de fazermos qualquer pedido, antes de falarmos qualquer coisa ou pronunciarmos qualquer palavra, devemos ter a consciência de que estamos falando com Deus, e devemos crer que Ele está ouvindo.

Isto é possível mediante a ação do Espírito Santo… devemos pedir: “Espírito Santo me leve realmente à presença de Deus… eu sei que devido ao atributo da onipresença, Deus está presente, mas, oh! Espírito Santo, me envolva em Sua presença… eu quero mergulhar, quero me envolver em Ti”.

A gente não deveria ter pressa em falar até que o Espírito Santo nos tenha levado à sala do trono. A pressa tem sido o mal do século… estamos mal acostumados com as facilidades da vida moderna: o self-service, o celular, o forno microondas, o controle remoto… que em tudo queremos rapidez. Porém, se quisermos orar com poder, essa pequena expressão do versículo deve ficar gravada em nosso coração: “a Deus”, dirigir a oração a Deus… primeiro, precisamos nos certificar de ter entrado na sala do trono, nos certificar de ter o pensamento voltado para Deus.

…a segunda coisa a ser notada neste versículo é a expressão “intensamente”. Na Carta aos Hebreus 5.7, lemos sobre como Jesus orava, sobre como Jesus fazia oração. Lemos: “Durante os seus dias de vida na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em alta voz e com lágrimas…“.

Irmãos, se pomos pouco do nosso coração nas orações que fazemos, não podemos esperar que Deus ponha muito do coração d’Ele nelas. Há uma modalidade de oração que é calma, serena e tranqüila, mas existe algo como luta na oração. Jesus lutou em oração… o Senhor orava tão intensamente, que em suas orações havia clamor e lágrimas… e Paulo pediu aos irmãos de Roma que lutassem com ele em suas orações.

Quando você precisar da oração de alguém em seu favor, não peça apenas que se orem por você, mas se una com um ou dois e façam oração juntos… se dois de vocês estiverem em perfeita harmonia com respeito ao que possam pedir a Deus, isso lhes será concedido por meu Pai”. Irmãos, quando o Espírito Santo coloca o mesmo fardo em dois corações, em tal oração há poder – um poder absolutamente irresistível!

É neste ponto que entra o jejum… em Dn 9.3 lemos que Daniel voltou o rosto “ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, pano de saco e cinza”. Alguns pensam que o jejum saiu de moda; mas quando lemos a Bíblia, vemos que ele era praticado regularmente pela igreja (At 14.23; 13.2-3). Irmãos, se quisermos orar com poder, devemos orar com jejum. Naturalmente, isto não significa que toda a vez que for fazer oração, você precise jejuar… Mas há períodos de emergência, há períodos críticos no trabalho, na família, ou em nossa vida particular, quando é preciso que deixemos de lado a satisfação de apetites naturais, a fim de nos entregarmos inteiramente à oração.

Sabe, existe um poder especial na oração com jejum… há poder na determinação sincera, há poder na busca intensa… há poder em deixar de lado tudo o mais, a fim de voltar nosso rosto para encontrar a Deus!

Amados, não podemos esquecermos que antes de falar com Deus, aprenda a concentrar-se nEle, a envolver-se nEle. Que a oração que tem poder é aquela que é feita intensamente… Então, não aprisione as emoções; lute em oração, seja intenso, libere suor, clamor e lágrimas. A oração que tem poder é aquela que é feita em concordância… Então, ore sozinho, mas não apenas sozinho; peça que orem com você e não apenas por você!

Quando entramos em oração entramos em batalha, está qual já foi vencida quando Jesus derramou seu sangue por nós! Com autoridade clame ao Senhor e não deixe ser vencido pelos espíritos do desanimo, desconcentração, preguiça e falta de fé.

Oremos:

“Senhor, tenho desejo de Ti, quero realizar minhas orações somente na sua presença!! Anulo toda falta de desejo de estar Contigo!! Repreendo toda ação e espírito maligno de desconcentração, desatenção, fuga da suas benção e ação do Espírito Santo! Derrama sua misericórdia na minha vida, na minha família, nos meus estudos, no meu trabalho! Quero ser somente de Ti e em Ti Senhor! Envolva-me com seu amor!

Amém.

 

http://cuiaba.jovenssarados.com/?p=742

Exibições: 337

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

Comentário de Roseane Valle em 11 setembro 2013 às 19:03

Ótimo esclarecimento Regina!

Grata

Comentário de Bety Costa em 26 março 2013 às 8:34

Muito oportuna a orientação. Que possam muitos beneficiar-se dela 

Comentário de Rosangela de Azevedo Caminha em 2 setembro 2012 às 0:17

Muito bom. É senpre bom que alguem nos lenbrem de como orar, ou melhor de como ter realmente poder em nossas orações. obrigado Fada San

Comentário de ROSE SANTOS em 30 agosto 2012 às 9:26

OBRIGADO CELIA REGINA,QUE DEUS NOS CUBRA COM SEU AMOR E MISERICORDIA E QUE NOSSOS PEDIDOS SEJAM FEITOS COM MUITA FÉ E CLAMOR AO NOSSO DEUS. AMÉM.

Comentário de Maria Aparecida Ricardo em 29 agosto 2012 às 18:20

Muito oportuno esses esclarecimentos. Me faz lembrar a história de Glória Polo em seu livro que relata a experiência dela de "quase morte" em que, estando declarada morta, revive e narra a própria experiência que teve sendo cobrado por Jesus, de quando em vida, rezava o terço "correndo" para ver a novela.

Que o Espírito Santo me ilumine e me apresente diante do Senhor quando eu estiver orando sozinha eu em grupo, amém!

Comentário de MARIA ELISA em 29 agosto 2012 às 11:28

OBRIGADA REGINA BEIJOS

Comentário de Ângela Christina Garrido Crispim em 29 agosto 2012 às 9:33

Amém!

Comentário de Roberto Ferraz Silveira Junior em 29 agosto 2012 às 8:26

Muito Obrigado Fada San!

Comentário de Inocencio Francisco Kroetz em 29 agosto 2012 às 8:00

Obrigado Fada.Foi muito explicativo e útil saber destes detalhes que normalmente não se observa.

Então devo mudar completamente minha atitude. Namastê

© 2018   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço