Ave Luz

Alegra-te cheia de graça!

 

A MORADA DA PAZ SUPREMA

(Hildegarde de Bingen)

A Liberdade é o Êxtase reencontrado, no qual se exprime

e se imprime o brilho radiante da Vida. Não me prendendo

a mais nada, a Vida me sustenta. O laço da Vida é o Amor

cuja manifestação é Luz e Vibração.

Além de toda aparência, além de todo sentido, Eu Sou

a Essência Una de toda Criação.

Apagando-me de mim-mesmo (a), decorre a Vida Una.

Apagando-me de todo sonho e de toda ilusão, descobre-se o Amor,

que me fecunda a cada segundo, por seu Canto e sua Voz,

na Indizível Felicidade da alegria sem causa.

Eu Te dou tudo, e eu Te dou tudo de mim, para que Tu

forjes, no Fogo do Amor, minha Eternidade reencontrada.

Eu Sou Tu, como Tu és eu. Ao me afastar de toda aparência

de todo sofrimento, eu descubro Tua Transparência. Então

eu vivo em Ti, como Tu vives em mim. Uma Vida de Graça,

ao mesmo tempo de Plenitude e de Vacuidade, ao mesmo

tempo de Beleza e de Infinito.

Eu sei que eu vivo o que Tu És, seja o que eu viva. O que Eu Sou

É A Vida. Instalado (a) na Vida, Eu Sou a Eternidade e Tu És

minha Eternidade. Tu preenches o que Eu Sou, além de mim,

como além de Ti. Nós Somos Um, no Amor e na Liberdade.

Tu e eu, Livres, regando o Espírito na Fonte da Verdade. 

Exibições: 60

Comentar

Você precisa ser um membro de Ave Luz para adicionar comentários!

Entrar em Ave Luz

© 2019   Criado por Regina Maria.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço